FOGO

Incêndio atinge UTI do Hospital Agamenom Magalhães

Havia pacientes infectados com o novo coronavírus na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)

Incêndio atinge UTI do Hospital Agamenom Magalhães

Enfermeiros quebraram janelas para que a fumaça evacuasse - Foto: Bruno Campos / JC Imagem

Na madrugada desta terça-feira (30), um incêndio atingiu a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de adultos do Hospital Agamenom Magalhães (HAM), localizado no bairro de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife.

Assista na reportagem

No local, estavam internados pacientes infectados com o novo coronavírus (covid-19). O fogo começou por volta das 3h da madrugada no segundo andar do hospital, onde funciona a Unidade de Terapia Intensiva Geral. De acordo com a direção da unidade, as chamas começaram na régua de alimentação de gases.

No momento do incêndio, a UTI estava cheia. Funcionários que não gravaram entrevista disseram que tinham mais de 20 pacientes, alguns com covid-19. Enfermeiros chegaram a quebrar os vidros das janelas para que a fumaça saísse e os pacientes ficaram desesperados. Monitores de pacientes entubados desligaram. Imagens de celular chegam a mostrar sangue no chão, dos acessos dos pacientes que foram retirados às pressas.

Bombeiros chegaram a ir até o local, mas o incêndio foi controlado pelos funcionários e brigadistas do próprio HAM. Os pacientes foram transferidos para a emergência geral do hospital, que já está lotada.

Falta de manutenção

Segundo o Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem de Pernambuco (Satenpe), o incêndio não surpreende, já que praticamente não existe manutenção nos equipamentos e nos predios dos hospitais públicos do estado.

Nota na íntegra do HAM

A direção do Hospital Agamenon Magalhães (HAM) informa que, na madrugada desta terça-feira (30.06), houve um princípio de incêndio em uma das UTIs da unidade, que foi prontamente contido pela equipe do serviço. Nenhum paciente ou profissional ficou ferido na situação. O Corpo de Bombeiros também foi acionado de imediato, mas, ao chegar ao local, não precisou agir, já que o foco tinha sido contido.

Os pacientes da referida UTI foram transferidos para outros espaços do HAM, sem prejuízo ao tratamento. A direção informa, ainda, que a situação deve ter sido provocada por um problema pontual na régua de alimentação de gases daquela sala. A equipe de engenharia e manutenção irá atuar durante todo o dia para que o espaço esteja apto para reacolher os pacientes ainda hoje.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.