RETOMADA

Trabalhadores do setor de bares e restaurantes pedem reabertura em carreata no Recife

Representantes do setor pretendem entregar carta ao governador do Estado, solicitando a retomada dos estabelecimentos

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 09/07/2020 às 11:35
Yacy Ribeiro / JC Imagem
FOTO: Yacy Ribeiro / JC Imagem
Leitura:

Uma carreata promovida pelo movimento de empresários e trabalhadores do setor de alimentação do Grande Recife provocou um grande congestionamento nas principais vias da Zona Norte do Recife, na manhã desta quinta-feira (9).

>>>Donos de bares e restaurantes do Grande Recife pedem reabertura

O setor se manifesta pela reabertura imediata de bares e restaurantes fechados há quase 120 dias, por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus. Os empresários esperavam que a reabertura acontecesse na última segunda-feira (6).

View this post on Instagram

Uma carreata promovida pelo movimento de empresários e trabalhadores do setor de alimentação do Grande Recife provocou um grande congestionamento nas principais vias da Zona Norte da cidade, na manhã desta quinta-feira (9). O setor se manifesta pela reabertura imediata de bares e restaurantes, que estão fechados há quase 120 dias, por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus. No fim da manhã, representantes da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Pernambuco (Abrasel-PE) foram recebidos no Palácio do Campo das Princesas. Eles pretendem entregar uma carta ao governador Paulo Câmara, solicitando a retomada dos estabelecimentos. Saiba mais em TVJORNAL.com.br #TVJornal #Notícias #Reabertura #Bares #Restaurantes #Coronavírus #Covid-19 #Carreata Fotos: Yacy Ribeiro e Wellington Lima / JC Imagem

A post shared by TV Jornal | SBT (@tvjornalsbt) on

A concentração aconteceu às 9h, na Praça de Casa Forte, de onde o grupo partiu, em direção ao Palácio do Campo das Princesas, no bairro de Santo Antônio, área central da cidade.

Carta ao governador

O objetivo da carreata foi, além de se manifestar, entregar uma carta ao governador Paulo Câmara, solicitando a reabertura dos estabelecimentos. O grupo fez uma parada em frente à prefeitura do Recife para buzinaço. Todo o protesto foi acompanhado por equipes da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU).

Protocolo de Prevenção

No Estado há pelo menos 15 mil bares e restaurantes, sendo 7 mil pequenas empresas. De acordo com a Abrasel-PE, Independentemente da data de retorno, a volta se dará com 50% da capacidade, além de continuar aplicando medidas para manter o distanciamento social e a higienização, conforme será definido em protocolo.

Data antecipada

A data de reabertura dos bares e restaurantes de Pernambuco foi antecipada. Anteriormente, no cronograma inicial do Plano de Convivência com a Covid-19 do Estado, o setor estava previsto para voltar apenas a partir da etapa 7 do plano, com apenas 50% da capacidade dos estabelecimentos.

Porém, baseado em critérios do documento, como a tendência à estabilização da curva epidemiológica, o Governo determinou que a retomada do setor deverá começar durante a etapa 6.

Contudo, a data exata de reabertura ainda não foi estabelecida pelo Governo. (veja nota de esclarecimento abaixo).

Nota de esclarecimento na íntegra

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco informa que a reabertura gradual e controlada dos serviços de alimentação (bares, restaurantes e lanchonetes), um dos segmentos previstos no “Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19”, foi antecipada da Etapa 7 para a Etapa 6, conforme informado em coletiva de imprensa realizada na noite de quarta-feira, dia 17.

Inicialmente, o retorno se dará com 50% da capacidade dos estabelecimentos. No entanto, ainda não tem data prevista e depende diretamente do comportamento dos indicadores monitorados diariamente pela Secretaria Estadual de Saúde.


Atenciosamente,

Gerência de Comunicação
Secretaria de Desenvolvimento Econômico
Governo de Pernambuco

+VÍDEOS