GRANDE RECIFE

Com a retomada da economia, número de veículos nas ruas aumenta e acidentes de trânsito se multiplicam em Pernambuco

Para se ter uma ideia do problema, a enfermaria do setor de ortopedia do Hospital Miguel Arraes, em Paulista, está lotado

Com a retomada da economia, número de veículos nas ruas aumenta e acidentes de trânsito se multiplicam em Pernambuco

A situação é tão grave que segundo o Chefe do Setor de Ortopedia do IMIP, Francisco Couto, hoje, 100% da enfermaria está ocupada - Foto: Day Santos/TV Jornal

Nesta segunda-feira (27), é dia do motociclista, mas não há o que comemorar. Com a retomada da economia, o número de veículos nas ruas aumentou e os acidentes de trânsito também se multiplicaram. Para se ter uma ideia do problema, a enfermaria do setor de ortopedia do Hospital Miguel Arraes, em Paulista, está lotado. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), 70% dos acidentes registrados em Pernambuco envolvem motociclistas.

>>CTTU lança novo sistema de registro eletrônico para acidentes de trânsito sem vítimas

São casos que vão desde simples quedas, a colisões mais graves. É o caso do Gerente Administrativo Alexandre Ribeiro que sofreu um acidente de moto e ficou 30 dias internado e passou por 7 cirurgias na perna.

Leitos ocupados

Ao todo, só nos seis primeiros meses deste ano, o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, atendeu 409 pacientes vítimas de acidentes com motos. A situação é tão grave que segundo o Chefe do Setor de Ortopedia do IMIP, Francisco Couto, hoje, 100% da enfermaria está ocupada. Os leitos de observação na emergência também estão cheios. Todos, com pacientes que se envolveram em acidentes de trânsito com moto.

Número de acidentes aumentam com a reabertura de alguns setores

Ainda de acordo com o chefe de ortopedia do IMIP, Francisco Couto, com a reabertura de alguns setores da economia, o número de acidentes com motos aumentou muito. A maioria dos casos é provocada por imprudência dos envolvidos que não usam capacetes, pilotam em alta velocidade e muitas vezes estão alcoolizados.

Medo

Quem utiliza o veículo no dia dia reconhece o perigo. Muitos, revelam ter medo, sobretudo da falta de atenção de alguns motoristas.

Prevenção

De acordo com Diretor Geral do Detran, Sebastião Marinho, só há uma maneira de reduzir esses números: a prevenção.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.