COBRA CORAL

Nos pênaltis, Santa Cruz é eliminado da Copa do Nordeste; veja os gols

Após o 0x0, o Confiança eliminou o Santinha nas quartas de final por 4×2, nas penalidades

Nos pênaltis, Santa Cruz é eliminado da Copa do Nordeste; veja os gols

Pipico (foto) e Patrick perderam suas cobranças. - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

O Santa Cruz teve mais chances no tempo regulamentar, mas não converter levou o jogo aos pênaltis e o Confiança quem ficou com a vaga na semifinal da Copa do Nordeste 2020, em um jogo de ritmo lento, na noite desse sábado (25), no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana. Após o 0x0, o Dragão eliminou a Cobra Coral nas quartas de final por 4×2, nas penalidades. Converteram para o Tricolor Didira e Toty, mas Pipico e Patrick desperdiçaram. Reis, Renan, Silva e o ex-tricolor Danilo Pires marcaram pelos sergipanos.

Assista aos lances e gols

O estado da Bahia recebe toda a reta final do regional como sede única por causa da pandemia do novo coronavírus. O Dragão enfrenta o vencedor do duelo entre Bahia e Botafogo-PB, que acontece também neste sábado (25). O embate começa às 21h30, em Pituaçu. O próximo mata-mata da Copa do Nordeste está marcado para os dias 28 e 29 de julho, nas próximas terça e quarta-feira. O Clássico Rei, entre Fortaleza e Ceará, já está definido, por eliminarem, respectivamente, Sport e Vitória mais cedo.

>>>Sport 0 (1) x 0 (4) Fortaleza: veja lances e gols do jogo de despedida do Leão da Copa do Nordeste

>>>Veja lances e gols de Náutico 2 x 1 Central pelo Campeonato Pernambucano

O Santa Cruz Futebol Clube tem pela frente a semifinal do Campeonato Pernambucano, marcada para a quarta-feira (29), contra o vencedor do duelo entre Náutico e Central. Este confronto será realizado neste domingo (26), às 16h, na Arena de Pernambuco.

O JOGO

O Santa Cruz dominou a posse de bole no começo do jogo, mas foi o Confiança a arriscar primeiro. Reis entregou a Moritz, que chutou de longe, tentando pegar Maycon Cleiton adiantado, mas a bola saiu em tiro de meta, ainda aos cinco minutos. Mas os sergipanos pressionaram, forçando a defesa coral a cometer faltas na intermediária. Em uma cobrança, aos 27, Reis cobrou, a bola fez curva e o goleiro tricolor segurou firme.

O mais perto que o Santa Cruz chegou foi aos 29 minutos, com um chute de Didira. A bola desviou e o goleiro Rafael, atento, caiu para ficar com a pelota. E isso ficou o primeiro tempo. Um jogo insosso, sem lances de imposição dos times e aquele cara de empate sem gols.

O segundo tempo começou do mesmo jeito que o primeiro acabou: aguado. Até uma falta para o Confiança, aos 8 minutos. Thiago Ennes cobrou, Maycon Cleiton subiu, mas se atrapalhou com André e não conseguiu ficar com a bola. O time sergipano quase marcou, com o gol vazio, mas a defesa coral conseguiu afastar em escanteio. E foi só isso. O ritmo lento voltou a reinar em campo.

O Santa Cruz conseguiu assustar a defesa do Confiança aos 20 minutos. Um escanteio para o Tricolor, William Alves tocou de cabeça, a bola bateu no pé da trave, do lado direito e voltou. Para sorte dos sergipanos e azar dos pernambucanos, foi um defensor do Dragão quem alcançou primeiro para afastar o perigo.

O jogo ganhou um pouco de ânimo. Cinco minutos depois, Jeremias cobrou falta, Pipico subiu e acertou a trave. A sobra achou Victor Rangel, mas a bola passou por cima do gol. Era o momento tricolor em campo. Outros seis minutos e mais uma oportunidade. Pipico recebeu de André e finalizou, mandando para fora. A pressão coral foi grande, obrigando o goleiro Rafael a fazer duas defesas em seguida, até que a zaga conseguiu afastar.

Sem mudar o placar, o jogo foi para os pênaltis. Didira abriu a série, colocando na rede. Reis foi em seguida e igualou. O ídolo coral Pipico foi o próximo, mas pegou muito em baixo e isolou. Do lado oposto, Renan colocou o Confiança na frente. Toty empatou, mas a vantagem estava com o Dragão e Silva converteu o terceiro. Em sua vez, Patrick demorou a bater e, quando chutou, ficou nas mãos do goleiro Rafael.

Por ironia, ou não, do destino, a bola do jogo ficou com o volante Danilo Pires, ex-Santa Cruz. O jogador do Confiança fez valer a lei do ex e mandou a bola na rede, levando o time sergipano à semifinal da Copa do Nordeste 2020 pela primeira vez.

FICHA DA PARTIDA – CONFIANÇA (4)0x0(2) SANTA CRUZ

Confiança: Rafael; Tiago Ennes, Nirley (Luan), Mateus Mancini e Silva; Amaral (Danilo Pires), Jefferson e Moritz (Renan); Ítalo (Everton), Ari (Iago) e Reis. Técnico: Mateus Costa

Santa Cruz Futebol Clube: Maycon Cleiton; Toty, William Alves (Célio), Danny Morais e Fabiano; André (Bileu), Paulinho e Jeremias (Patrick); Victor Rangel (Kleiton), Didira e Pipico. Técnico: Itamar Schulle

Copa do Nordeste 2020 (quartas de final) Local: Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA) Árbitro: Leo Simão Holanda (CE) Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Renan Aguiar da Costa (ambos do Ceará) Cartão amarelo: Nirley (C)

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.