CORRENTES

Polícia prende grupo suspeito de tráfico de drogas e homicídios em cidades de Pernambuco

Os criminosos atuavam nas cidades do Cabo de Santo Agostinho, Escada e Ribeirão

Polícia prende grupo suspeito de tráfico de drogas e homicídios em cidades de Pernambuco

No dia de hoje, estão sendo cumpridos 18 ( dezoito) Mandados de Prisão Temporária e 11 ( onze) Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar, todos expedidos pela 1ª Vara da Comarca de Escada. - Foto: Wellington Lima / TV Jornal

A Polícia Civil desencadeou, na manhã desta quarta-feira (29), a operação "Correntes", e prendeu um grupo suspeito de tráfico de drogas e homicídios nas cidades do Cabo de Santo Agostinho, Escada e Ribeirão. 

Ao todo, 18 mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão estão sendo cumpridos. Os presos estão sendo levados para o Departamento de Repressão ao Narcotráfico, na área central do Recife. 

Assista

Um dos suspeitos prestou depoimento e aceitou levar a polícia até o local onde os corpos das vítimas eram enterrados, no Cabo de Santo Agostinho. Uma mulher, que atuava como contadora do grupo, também foi presa. A polícia apreendeu armas, drogas e cerca de R$20 mil em dinheiro.

Mais detalhes

Outros detalhes da operação serão repassados nesta quinta-feira (30) pela Polícia Civil. A investigação foi inaugurada em setembro de 2019, com o objetivo de identificar e desarticular organização criminosa voltada à prática dos crimes de homicídio e tráfico de entorpecentes.

RATEIO II

A Polícia Civil desencadeou, na manhã desta quarta-feira (29), a operação "RATEIO II". Nessa nova fase, que investiga suspeita de corrupção e esquema de rachadinhas na Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agostinho, três assessores parlamentares do vereador Flávio Ávila, o "Flávio do Fórum" foram presos. Eles foram levados para a sede da Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco), no bairro de Tejipió.

>>>Polícia prende assessores de vereador em nova fase de operação no Cabo

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.