CORONAVÍRUS

Covid-19: secretário de Saúde de Pernambuco prega cautela em possível acordo com Rússia para fabricação de vacina

André Longo analisa com cautela possibilidade de assinar acordo com o país que desenvolveu a primeira vacina contra a doença

Covid-19: secretário de Saúde de Pernambuco prega cautela em possível acordo com Rússia para fabricação de vacina

Secretário Estadual de Saúde, André Longo. - Foto: Pedro Menezes/SEI

Há cinco meses, Pernambuco registrava o primeiro caso do novo coronavírus. Atualmente, o estado já soma quase 106 mil infectados e mais de 7 mil mortos. Na divulgação do boletim mais recente, o secretário de saúde do estado, André Longo, falou sobre a vacina contra a covid-19 anunciada pelo Governo da Rússia e sobre a estabilização da média de mortes registradas no estado em intervalos de sete dias.

>>>Rússia registra 1ª vacina contra coronavírus; Filha do presidente Putin já foi vacinada

Longo explicou que a metodologia utilizada não reflete a atual situação de pessoas que morreram por causa da doença. O secretário vê com cautela a possibilidade de Pernambuco seguir o exemplo do estado do Paraná e assinar um acordo com a Rússia, para iniciar a fabricação da vacina contra o novo coronavírus.

Números

Nesta terça-feira (11), Pernambuco ultrapassou a marca de 7 mil mortos pelo novo coronavírus. Conforme boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o Estado confirmou 38 óbitos nesta terça, ocorridos desde o dia 25 de maio. Com isso, o Estado totaliza 7.008 mortes pela Covid-19. 

De acordo com a SES, do total de mortes do informe desta terça, 14 (37%) ocorreram nos últimos três dias, sendo 3 mortes registradas na segunda-feira (10), 6 mortes em 09/08 e 5 em 08/08. Os outros 24 óbitos (63%) ocorrem entre os dias 25/05 e 07/08.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.