AGLOMERAÇÃO

Procon-PE abre canal para receber denúncias de festas durante pandemia

Vídeos de aglomerações e bares abertos, após as 22h, podem ser enviados pelo WhatsApp


Procon-PE abre canal para receber denúncias de festas durante pandemia

Morador do bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, denuncia aglomeração em festa - Foto: Reprodução/Whatsapp

A partir de agora, o consumidor pernambucano terá mais uma ferramenta para denunciar irregularidades. Vídeos de festas, aglomerações e de bares abertos após o horário permitido pelo Governo do Estado poderão ser enviados para o WhatsApp do Procon Pernambuco, no número (81) 3181-7000.

Com a liberação do funcionamento do setor, até às 22h, e a permissão de apresentações musicais, diversas denúncias de descumprimento do decreto chegaram ao órgão.

 

Atendimento presencial

O Procon Pernambuco retornou com os atendimentos presenciais na sua sede, localizada na Rua Floriano Peixoto, 141, no bairro de São José, área central do Recife.

No entanto, o atendimento é limitado. Por dia, serão distribuídas 100 fichas, sendo 80 para abertura de reclamação, 10 para atendimento na Gerência de Fiscalização e 10 para a Gerência Jurídica

Protocolos

Por conta da pandemia da covid-19, foram elaborados novos protocolos de segurança para evitar contágios do vírus por servidores e consumidores.

 

>> Procon-PE notifica instituições de ensino que não estão negociando mensalidades

>> Procon registra mais de 14 mil reclamações e supermercados estão no topo da lista; saiba como denunciar

 

Mais informações

Os atendimentos estão acontecendo em número limitado com a distribuição de 100 fichas diariamente. Nas áreas de atendimentos, foram instaladas placas de acrílico, que separam consumidores e servidores, além de tapete sanitizante e álcool gel para higienização das mãos.

Das 15 baias para abertura de reclamação, apenas 7 estão funcionando. Ao final dos atendimentos, uma equipe de limpeza higieniza o local utilizado. O atendimento vai das 8h às 17h. O uso de máscaras é obrigatório.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.