DEPREDAÇÃO

Estação Araripina do BRT no Recife é, mais uma vez, alvo de vandalismo

A estação ficou completamente destruída, com placas de alumínio arrancadas e luzes quebradas

Estação Araripina do BRT no Recife é, mais uma vez, alvo de vandalismo

Não é a primeira vez que a Estação Araripina do BRT é alvo de vandalismo - Foto: Reprodução/TV Jornal

A estação Araripina do BRT, localizada na Avenida Cruz Cabugá, em Santo Amaro, no centro do Recife, foi alvo de uma ação criminosa na manhã desta sexta-feira (21). Desativada desde abril, a estação está abandonada e o cenário é de destruição.

O local teve a porta de acesso arrancada. Na parte interna, o cenário é de destruição. Luzes quebradas, painéis destruídos e muita sujeira. De acordo com policiais militares do 16 batalhão, o homem identificado apenas como José Carlos estava tentando arrancar as placas de alumínio que ficam no chão.

>>>Estação Araripina do BRT é alvo de arrombamento e vandalismo

Populares que presenciaram o crime acionaram os policiais que conseguiram deter o suspeito a tempo. Segundo a polícia, o homem confessou ser usuário de drogas e disse que já praticou esse tipo de crime outras vezes. Ele foi levado para a Central de Plantões da capital, onde foi ouvido e depois liberado.

Estação Araripina

Essa não foi a primeira vez que a estação Araripina foi vítima de criminosos. Em setembro do ano passado, a TV Jornal mostrou que bandidos arrancaram parte da fiação, danificaram os vidros, destruíram o piso e reviraram esta sala.

Na época, quando o local ainda estava funcionando, reclamações não faltavam por parte dos passageiros. Câmeras de segurança instaladas no local não intimidaram quem praticou o crime.

NOTA GRANDE RECIFE

O Grande Recife informa que, no início do ano, já havia identificado a necessidade de reparos em algumas estações de BRT que foram danificadas por atos de vandalismo e depredação. Com o fechamento dos equipamentos por conta da pandemia, o Consórcio tapumou as estações para aumentar sua proteção, dificultando o acesso de pessoas não-autorizadas, e deu início ao processo licitatório para recuperação de 25 estações de BRT.
Serão investidos R$ 1.225.996,66 na recomposição do forro, estruturas, portas, catracas e quadro elétrico, colocação de nova fiação, reposição dos vidros e pintura das estações, a qual a Araripina, da Avenida Cruz Cabugá, se inclui. Também será realizada capinação no entorno dos equipamentos. Após a conclusão dos serviços de recuperação, as estações de BRT serão reabertas. Enquanto isso, os usuários do Corredor Norte/ Sul estão sendo atendidos por linhas operadas por ônibus convencionais e articulados que fazem o embarque e desembarque nas paradas localizadas nas calçadas.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.