LUTO

Enterro: Família de homem que teria sido morto pela esposa pede justiça

A principal suspeita do crime é a esposa da vítima, que está foragida. O homem foi assassinado no Ipsep, Zona Sul do Recife

Enterro: Família de homem que teria sido morto pela esposa pede justiça

De acordo com a polícia, marido e mulher estavam bebendo em um bar, quando houve uma discussão entre os dois, por causa de ciúmes. - Foto: Reprodução/TV Jornal

O corpo do ajudante de servente, Fagner Torres da Silva, que morreu assassinado na própria casa, na última segunda-feira (31), foi enterrado nesta terça-feira (2).

Durante o sepultamento, a família e os amigos do ajudante de servente pediram justiça para o caso e um protesto foi realizado por moradores do Ipsep, na Zona Sul do Recife.

>> Mulher é suspeita de assassinar o marido na Zona Sul do Recife

Suspeita foragida

A família de Fagner procurou a delegacia para localizar a esposa dele, que é a principal suspeita de ter matado o ajudante de servente

De acordo com a família dele, a dona de casa foi vista, pela última vez, no domingo (30), horas antes do crime. O casal estaria bebendo em um bar, no bairro do Ipsep, na Zona Sul do Recife, onde os dois moravam. 

Os parentes de Fagner afirmaram que, ao chegar em casa, a mulher teria matado o companheiro com golpes de faca no peito e que, após o crime, ela teria fugido com a filha, de um 1 ano e 10 meses, do casal.

O casal estava junto há 4 anos e, há poucos meses, morando juntos em uma residência, no Ipsep. Os parentes da vítima acreditam que a mulher pode estar em outra cidade.

Relembre o caso

Uma mulher é a principal suspeita de assassinar o marido, durante a madrugada da segunda-feira (31), no bairro do Ipsep, na Zona Sul do Recife. A vítima foi Fagner Torres da Silva, de 25 anos. O crime aconteceu na residência do casal. 

>> Homem invade casa e mata ex-mulher e ex-sogra a facadas na Zona Norte

De acordo com a polícia, marido e mulher estavam bebendo em um bar, quando discutiram, por causa de ciumes. O casal foi para casa e, pouco tempo depois, Fagner foi esfaqueado no peito e levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.