DIFICULDADE

Homem de 280 kg é internado após não conseguir atendimento no HGV

José Antônio Amorim foi internado no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Homem de 280 kg é internado após não conseguir atendimento no HGV

osé Antônio Amorim foi internado nessa quarta-feira (23), no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE), na Cidade Universitária - Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

O sofrimento do catador de recicláveis José Antônio de Amorim, de 51 anos, e que pesa 280kg, terminou de maneira positiva. Depois de ter o atendimento médico negado no Hospital Getúlio Vargas (HGV), ele conseguiu ser internado no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE), na Cidade Universitária, na Zona Oeste do Recife.

>> Homem de 280kg tem atendimento médico negado no Hospital Getúlio Vargas

Ao todo, 9 pessoas, entre homens do Corpo de Bombeiros e maqueiros do HC-UFPE, foram acionadas para retirar o catador de recicláveis da ambulância.

Ele tem elefantíase nas duas pernas e não consegue mais andar. José Antônio também sofre de problemas vasculares e, por isso, necessitava do atendimento. Agora, ele será avaliado pela equipe médica do Hospital das Clínicas.

O irmão do catador de recicláveis, Pedro Nascimento, explica que José Antônio não coube na ambulância e que foi necessário utilizar uma cadeira de ferro e uma caminhonete para transportá-lo, até a unidade de saúde.

“Foi muita agonia, aqui na casa de mãe. Os Bombeiros trouxeram uma ferramenta, colocaram ele, e a gente foi arrastando ele devagar, até chegar na sala. A equipe o levantou, ajudou”, disse.

Atendimento recusado e muita dificuldade

José Antônio Amorim teve o atendimento médico negado, na noite dessa terça-feira (22), no Hospital Getúlio Vargas (HGV), que fica no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife.

Ele chegou ao local em uma ambulância, que saiu de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata do Estado, para o hospital. Homens do Corpo de Bombeiros foram acionados para ajudar na remoção do paciente. 

Devido aos problemas de circulação, o homem precisava ser internado na unidade de saúde. A ambulância chegou, por volta das 20h, mas, segundo a equipe que acompanhava o paciente, o hospital não o recebeu.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.