ACIDENTE

Parentes da mulher que morreu ao cair em fosso de elevador nas Graças pretendem entrar na justiça

Segundo eles, até agora nem o condomínio, nem a empresa que faz a manutenção dos elevadores deram qualquer satisfação a família, que luta para superar a tragédia

Parentes da mulher que morreu ao cair em fosso de elevador nas Graças pretendem entrar na justiça

A vítima fatal não percebeu que a cabine do elevador não estava no local - Foto: Mário Oliveira/TV Jornal

Parentes da mulher de 58 anos que morreu no mês de fevereiro após cair no fosso de um elevador do prédio onde morava, no bairro das Graças, na Zona Norte do Recife, pretendem entrar na justiça cobrando punição para os culpados. 

Segundo eles, até agora nem o condomínio, nem a empresa que faz a manutenção dos elevadores deram qualquer satisfação a família, que luta para superar a tragédia. Há quase oito meses Carolina Zitzlaff espera por uma resposta sobre a morte da mãe.

>>Mulher morre após cair em fosso de elevador na Zona Norte do Recife

>>Faltou paciência para tirar meu filho do elevador, diz mãe de criança que morreu ao cair de prédio no Recife

 

Perícia

Na ocasião, a perícia feita no local concluiu que a queda aconteceu porque a porta do 6º andar apresentou defeito. Ela teria sido liberada antes da chegada do elevador. A filha da mulher acredita que a mãe não percebeu o problema e diz não ter sido procurada pelo síndico do prédio ou empresa responsável pelo equipamento.

 

Inquérito policial

Segundo os advogados da família, o inquérito policial ainda não foi concluído e a filha da vítima ainda deve prestar depoimento. Eles encaminharam uma notificação extra judicial para tentar uma negociação com a empresa responsável pela manutenção do elevador mas não obtiveram resposta.

Ação

A família não descarta a possibilidade de entrar com uma ação na justiça.

Nota da empresa Beta Elevadores

Em nota, a Beta Elevadores informou que sempre cumpriu, com rigor, todas as normas técnicas de segurança e legislação pertinentes aos serviços prestados e que quando da ocorrência do acidente disponibilizou-se em colaborar com a apuração de todos dos fatos, passando a prestar todas as informações necessárias aos órgãos competentes. a empresa também afirmou que tem plena convicção que não concorreu, em qualquer hipótese, com o acidente.

Nota do advogado do condomínio

O advogado do condomínio, José Luís Lins, informou que esta aguardando encerramento do inquérito para analisar se vão entrar com um processo contra a empresa de elevadores.

Nota da Polícia Civil

A Polícia Civil informou que um novo delegado assumiu o caso e está fazendo o levantamento das investigações para concluir o inquérito.

Relembre o caso

Uma mulher de 58 anos morreu, nesta sexta-feira (28), após cair no fosso de um elevador do prédio onde morava, no bairro das Graças, na Zona Norte do Recife. De acordo com as informações do repórter Mário Oliveira, a vítima teria saído do bloco B do prédio para visitar a mãe que mora no bloco A e, ao entrar no elevador, não percebeu que o equipamento não estava no local.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.