JúRI

Vizinho acusado de decapitar diarista, em Jaboatão, vai a júri popular

O crime foi em dezembro de 2017 e chamou a atenção pela crueldade, já que, depois de decapitar a vítima, o acusado expôs a cabeça dela no muro da casa

Vizinho acusado de decapitar diarista, em Jaboatão, vai a júri popular

O crime foi em dezembro de 2017 e chamou a atenção pela crueldade, já que, depois de decapitar a vítima, o acusado expôs a cabeça dela no muro da casa - Foto: Reprodução/Rádio Jornal

Alefy Richardson da Silva, vizinho acusado de decapitar uma diarista em Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, foi a júri popular, nesta quinta-feira (15). 

Revoltados e clamando por justiça, vizinhos e amigos da diarista Maria Aparecida dos Santos Fidelis, de 52 anos, chegaram, por volta das 9h, ao Fórum Desembargador Henrique Capitulino, em Prazeres. Eles foram acompanhar o júri e prestar apoio à família. A vítima deixou três filhos e 10 netos.

>> Mirella Sena: advogado de defesa de Edvan Luiz concede entrevista; assista

>> "Esperamos por justiça", diz mãe de Mirella Sena sobre julgamento

Indiciado

O suspeito foi indiciado por homicídio qualificado e destruição de cadáver. 

>>Suspeito de matar e decapitar mulher em Barra de Jangada é preso

>>Mulher de 49 anos é decapitada em Barra de Jangada

Expectativa

A imprensa não teve autorização para entrar no fórum e acompanhar o julgamento. A expectativa da família é que o acusado pegue a pena máxima.

Relembre o crime

O crime foi em 10 dezembro de 2017 e chamou a atenção pela crueldade já que, depois de decapitar a vítima, o acusado expôs a cabeça dela no muro da residência. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.