COVID-19

Apesar dos casos confirmados de covid-19, colégio particular no Recife continua aberto

O Sindicato dos Professores alega que os fatos são indicativos de que as aulas presenciais não devem continuar

Apesar dos casos confirmados de covid-19, colégio particular no Recife continua aberto

O Sindicato dos Professores alega que os fatos são indicativos de que as aulas presenciais não devem continuar - Foto: YACY RIBEIRO/JC IMAGEM

Mesmo com casos confirmados do novo coronavírus (covid-19), o Colégio Damas localizado no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, continua aberto. Aulas acontecem apenas para os alunos do 1º e do 2º ano do ensino médio que voltaram às atividades presenciais no último dia 13. Porém, na manhã desta quinta-feira (22) o movimento de estudantes foi pequeno.

Nessa quarta-feira (21), o colégio teve que suspender as aulas das turmas de 3º ano do ensino médio pelos próximos 14 dias. A informação foi que um dos alunos contaminado pelo coronavírus teria participado recentemente de uma festa com outros colegas da escola. Esse primeiro jovem a adoecer foi apenas um dia para a escola, justamente no primeiro dia de retorno, na semana passada.

>>Escola particular do Recife suspende aulas por contaminação de covid-19 entre alunos

>>Mais uma escola particular no Recife suspende aulas após covid-19

 

Também na quarta, o Colégio Grande Passo, localizado em Boa Viagem, na Zona Sul, teve uma atitude semelhante. As aulas presenciais também foram suspensas por 14 dias, após confirmar que uma estudante está infectada pelo novo coronavírus.

>>Com maior taxa de mortalidade do Nordeste, confira os números da covid-19 nos bairros do Recife

Em contato com a produção da TV Jornal, a diretora do colégio, Solange Mota, reforçou que as atividades foram suspensas na escola particular para uma das turmas do 2º ano e afirmou que aluno apresentou os sintomas no mesmo dia do retorno das aulas presenciais e, por causa disso, ela acredita que o estudante não foi infectado na escola. 

Aulas suspensas

As aulas nas turmas dos dois colégios ficarão suspensas por 14 dias e só devem voltar no início do próximo mês. Para o vice-presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino, Arnaldo Mendonça, a decisão dos colégios foram corretas de suspender as aulas.

Fatos indicativos

O Sindicato dos Professores alega que os fatos são indicativos de que as aulas presenciais não devem continuar.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.