PANDEMIA

Aumento da procura e pandemia geram falta de produtos e alta de preços

Queda na produção da indústria, por causa da pandemia, e aumento do consumo, devido ao auxílio emergencial, levaram a falta de produtos e alta de preços

Aumento da procura e pandemia geram falta de produtos e alta de preços

Materiais de construção são os produtos mais difíceis de encontrar - Foto: Divulgação/Sefaz

A queda na produção da indústria, por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), e o aumento do consumo, provocado pelo pagamento do auxílio emergencial, causaram prejuízos para os consumidores. Os preços de muitos produtos aumentaram e vários artigos estão em falta, no comércio.

>> Está faltando de tecido a cimento no mercado pernambucano. Escassez de matéria-prima é uma das causas do desabastecimento

>> Fim do ano chega sem cimento e consumidor terá que esperar até janeiro para fazer reforma

Artigos como cerâmicas, portas, tintas, cimento e tijolos estão se tornando cada vez mais raros no comércio. Segundo profissionais da área, os fornecedores estão com dificuldade de atender a pedidos.

 

 

Pesquisa

O problema não se limita apenas a materiais de construção. Outros setores do mercado também estão sentindo a falta de produtos.

Uma pesquisa da Confederação Nacional das Indústrias indica que 68% das empresas no país estão com dificuldade de obter insumos e matérias-primas. Com a grande procura, o consumidor, além de ter dificuldade de achar os produtos, está tendo de lidar com a alta dos preços.

Dificuldades

De acordo com o gerente de relações industriais da FIEPE, Mauricio Laranjeira, as empresas estão tendo dificuldades para atender à demanda causada pelo auxílio emergencial, pago pelo Governo Federal à população, que acabou aumentando o poder de compra do consumidor. Ele também afirma que o problema da falta de produtos nas lojas deve ser normalizado, até o fim do ano.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.