COVID-19

Volta a crescer o número de chamados do Samu para atendimentos de casos suspeitos da covid-19 no Recife

O serviço também voltou a ter plantões com uma quantidade maior de ambulâncias

Volta a crescer o número de chamados do Samu para atendimentos de casos suspeitos da covid-19 no Recife

Samu - Foto: Foto: Reprodução

Na última segunda-feira (26), o Samu registrou mais que o dobro do número de chamados do dia anterior para pacientes com suspeita do novo coronavírus (covid-19) no Recife. O serviço também voltou a ter plantões com uma quantidade maior de ambulâncias para atender casos de síndrome respiratória.

A informação foi divulgada dias depois da denúncia de profissionais de saúde da rede particular afirmaram que o número de atendimentos a pessoas com sintomas do vírus também aumentou nos hospitais.

>>Possível aumento de casos de covid-19 preocupa população e profissionais de saúde

>>Pandemia do coronavírus provocou o fechamento de mais de 200 escolas em Pernambuco

Na ocasião, foram 31 acionamentos que geraram 24 envios de ambulância. Quando se compara a média móvel de chamados por semana também se percebe este aumento. A última registrou 11,3 envios de ambulância contra os 8,6 da semana anterior.

Avaliação

Na avaliação da direção do Samu, não se trata de uma intensidade como a registrada em abril e maio, mas já se percebe um sensível aumento no número de chamados. O que fez com que o serviço voltasse a incluir nos plantões mais ambulâncias para o atendimento de casos de síndromes respiratórias.

Bairros

A lista dos bairros que mais solicitaram ambulâncias para atender quadros suspeitos de covid-19 é encabeçada pelo Ibura. Depois na ordem vem Casa Amarela, Boa Viagem, Afogados e Imbiribeira.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.