FINADOS

Dia de Finados: Movimentação baixa em cemitérios da Região Metropolitana do Recife

A equipe de reportagem da TV Jornal esteve em alguns cemitérios para acompanhar a visitação neste Dia de Finados

Dia de Finados: Movimentação baixa em cemitérios da Região Metropolitana do Recife

Baixa movimentação de visitantes no Dia de Finados no cemitério de Santo Amaro, no Recife - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Com informações de Cinthia Ferreira e Juliana Oliveira

O Dia de Finados teve uma movimentação menor nos cemitérios da Região de Metropolitana do Recife. O feriado que, normalmente, lota devido as homenagens aos parentes que já se foram, em 2020 foi mais moderado, diante da pandemia do novo coronavírus. A equipe de reportagem da TV Jornal esteve em alguns cemitérios para acompanhar a movimentação. Nos locais, só eram permitidos a entrada de quem estivesse com máscaras de proteção. 

Saiba o que abre e fecha no feriado de Finados (02 de novembro de 2020)

No cemitério de Santo Amaro, área central do Recife, poucas foram as pessoas no Dia de Finados. As missas na capela central e as outras programações culturais foram suspensas para evitar aglomerações. Mesmo com o pouco movimento, o túmulo da ‘Menina sem Nome’ nunca deixa de ser visitado. O túmulo do cantor chico Science contou com a presença do maior fã, que foi caracterizado como o músico. 

Já no cemitério Parque das Flores, no bairro do Sancho, na Zona Oeste do Recife, os visitantes recebiam mensagens e tinham as mãos higienizadas por funcionários logo na entrada. Por causa do alto risco de contaminação, os velórios foram proibidos e familiares só puderam acompanhar os sepultamentos de longe. 

Cemitério em Olinda

Em Olinda, no cemitério de Guadalupe, também foi pequeno. Na entrada funcionários disponibilizaram álcool para higienizar as mãos e O acesso aos túmulos foi permitido apenas para pessoas com máscara e com permanência máxima de uma hora. Mesmo assim algumas ruas estavam vazias. Quem estava com sintomas gripais não pôde entrar.  Os velórios foram montados em um local afastado e a imprensa não teve acesso. 

Além disso, por conta do risco de covid-19, também não houveram missas e nem foi permitido acender velas como precaução para evitar acidentes devido ao uso do álcool. No lado de fora do cemitério comerciantes apostaram nas vendas  de flores. A expectativa da prefeitura é receber cerca de mil pessoas neste Dia de Finados.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.