ATENÇÃO

Atrações turísticas mais concorridas do Litoral Sul de Pernambuco podem esconder perigo


Em Sirinhaém, visitantes lotam a Praia de Guadalupe para tomar banho de argila

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 01/12/2020 às 13:30
Tião Siqueira/TV Jornal
FOTO: Tião Siqueira/TV Jornal
Leitura:

Uma das atrações turísticas mais concorridas do Litoral Sul de Pernambuco pode esconder um perigo. Em Sirinhaém, visitantes lotam a Praia de Guadalupe para tomar banho de argila, que segundo os comerciantes locais, tem propriedades medicinais. Por conda disso, a área é bastante visitada por turistas do mundo todo que chegam em catamarãs e lanchas que partem da Praia dos Carneiros, em Tamandaré.

Os comerciantes ainda afirmam que os locais movimentam a economia com a venda de produtos artesanais feitos com o barro. Porém, pesquisadores alertam que as atividades realizadas ao pé de encostas podem oferecer risco de desabamento.

Desgaste

O engenheiro civil com especialidade em geotecnia, Alexandre Gusmão, explica que o vento e principalmente a maré estão contribuindo para o desgaste das encostas. De acordo com ele, a retirada da argila para a comercialização também está contribuindo para acelerar a erosão das falésias.

Caso de Pipa

No dia 17 de novembro, três pessoas morreram após parte de uma falésia desabar na praia de Pipa, Litoral do Rio Grande do Norte, segundo a Polícia Militar. Ainda de acordo com a polícia, as vítimas são um homem, uma mulher e uma criança. O Corpo de Bombeiros do RN informou que foi acionado por volta das 11h50 e enviou três equipes para o local.

A praia de Pipa fica em Tibau do Sul, a cerca de 100 km de Natal, no Rio Grande do Norte. Além das praias, o local é famoso por festivais culturais e gastronômicos, realizados ao longo do ano.

Lição

Na opinião do engenheiro, o que houve em Pipa deve servir de lição para que a população e o poder público olhem com mais atenção para essas áreas.

Nota da Secretaria de Turismo de Sirinhaém

A Secretaria de Turismo de Sirinhaém disse, por meio de nota, que, considerando a tragédia que ocorreu recentemente na Praia do Pipa no Rio Grande do Norte, a Secretaria de Meio Ambiente e Turismo da cidade vem elaborando uma ação integrada com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado, Defesa Civil municipal e CPRH, através da Apa de Guadalupe, para vistoria e fiscalização na área do banho de argila da praia de Guadalupe. Também informou que está com uma parceria para a instalação de placas de sinalização para sensibilização dos usuários locais, dos pequenos comerciantes e visitantes da praia de Guadalupe.