OPERAçãO

Polícia deflagra operação para prender suspeitos de violência contra idosos

Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou que as polícias intensificassem ações para evitar que idosos sejam vítimas de violência doméstica

Polícia deflagra operação para prender suspeitos de violência contra idosos

Em Pernambuco, policiais se reuniram, no Departamento de Homicídios e Proteção a pessoa (DHPP) - Foto: Marcelo Camargo/ABr

Na manhã desta sexta-feira (4), a Polícia Civil de Pernambuco deflagrou a operação Vetus. O objetivo é cumprir mandados de busca e apreensão contra pessoas que são suspeitas de praticar violência contra idosos.

>> Após roubar R$ 4 milhões de cliente no Recife, advogado é preso durante operação da PF

 

Em Pernambuco, os policiais se reuniram no Departamento De Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e, pelo menos, sete viaturas já saíram e foram às ruas para cumprir os mandados de busca e apreensão.

>> Operação conjunta apreende mais de 3 mil comprimidos de ecstasy na Zona Sul do Recife

Mandados

Não se tem muitas informações dos locais onde os mandados serão cumpridos, o que se sabe é que, ao menos, um dos alvos é na cidade de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife.

>> Polícia Civil: Operação desarticula organização criminosa em Toritama

Violência contra idosos

Desde o dia 1º de outubro, Dia Internacional da Pessoa Idosa, o Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou que as polícias estaduais intensificassem operações e prisões para tentar evitar que novos idosos sejam vítimas de violência doméstica, crime que aumentou bastante, na pandemia.

>> Casal é preso após agredir idosa cadeirante e irmã dela na Zona Sul

Desde esse dia, a Polícia Civil do Estado já instaurou 576 processos investigativos. Mais de 1050 vítimas de violência contra idosos foram atendidas e 42 agressores foram presos.

A operação

A operação é comandada pela delegada Teresa Nogueira, da Delegacia do Idoso. Ela não pode adiantar detalhes sobre os alvos, mas os policiais estão nas ruas.

Abrigo clandestino 

No início da semana, a polícia fechou um abrigo clandestino, que funcionava no bairro da Mangabeira, na Zona Norte da capital, e mantinha 13 idosos, em condições deploráveis.

O local não tinha alvará de funcionamento, não fazia o acompanhamento de saúde e ainda servia alimentos estragados.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.