DENúNCIA

Hospital da Restauração: Familiares de pacientes denunciam superlotação e precariedade

O setor de neurologia é um dos mais afetados

Hospital da Restauração: Familiares de pacientes denunciam superlotação e precariedade

O setor de neurologia é um dos mais afetados - Foto: Acervo/JC Imagem

Familiares de pacientes internados no Hospital da Restauração, localizado no Derby, área central do Recife, denunciam superlotação e precariedade na estrutura de atendimento da unidade. O setor de neurologia é um dos mais afetados.

Em imagens feitas por um comerciante, pode-se observar que, nos corredores, há filas de macas com muitos pacientes, espalhadas por todos os lados.

>> Pacientes e familiares reclamam do mato e lixo na área externa do Hospital Otávio de Freitas

 

 

Relato

O comerciante contou à equipe de reportagem da TV Jornal que deu entrada com a esposa, no setor de neurologia do hospital, no último sábado (5), com fortes dores de cabeça. Ele conta que o atendimento foi feito em um espaço improvisado,  por falta de estrutura.

>> Denúncia de falta de higiene no Hospital Otávio de Freitas e flagra de ratos e gato nos corredores

Ainda segundo o comerciante, o hospital não tem lençóis, travesseiros, álcool 70% para a higiene das mãos e água mineral para os pacientes.

Atendimento

Além da falta estrutura, familiares de pacientes reclamam na demora do retorno, após os atendimentos dos médicos.

Nota do HR

Em nota, a assessoria de imprensa do Hospital da Restauração reconheceu a superlotação e disse que a equipe médica não tem medido esforços para atender todos os pacientes. A direção já comunicou os problemas à Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), que está buscando viabilizar leitos de retaguarda para melhorar a assistência na unidade.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.