VIOLêNCIA

TJPE decreta novamente prisão de acusados de envolvimento em tiroteio em Boa Viagem

O caso aconteceu no dia 6 de setembro em um bar, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, e deixou três pessoas mortas e quatro feridas

TJPE decreta novamente prisão de acusados de envolvimento em tiroteio em Boa Viagem

O tiroteio aconteceu em um bar, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife - Foto: Reprodução/TV Jornal

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decretou novamente a prisão dos dois acusados de envolvimento no tiroteio em um bar na zona sul do recife que aconteceu em setembro deste ano.

>>Morre terceira vítima de tiroteio entre major e agente em Boa Viagem

O policial penal Ricardo de Queiroz Costa, de 40 anos, e o major da PM José Dinamérico Barbosa da Silva Filho, 48, trocaram tiros após uma discussão. A briga terminou em troca de tiros que deixou três mortos e quatro feridos.

>>SDS instaura inquérito policial para investigar tiroteio entre major da PM e agente penitenciário no Recife

Prisões

As prisões foram decretadas novamente por unanimidade, sendo revogada a decisão do juiz que soltou os envolvidos. Com a decisão, novos mandados de prisão preventiva serão expedidos.

>>Juiz decide que prisões preventivas de major da PM e agente penal, autuados por tiroteio em Boa Viagem, se tornaram ilegais

Defesa

A defesa ainda pode recorrer no Superior Tribunal de Justiça.

Imagens

As imagens do circuito de segurança mostram o momento da troca de tiros entre um major da Polícia Militar e um policial penal. Além das investigações da corregedoria, a Polícia Civil também concluiu as investigações sobre o caso.

 

Vítimas

Quatro pessoas ficaram feridas, entre elas o policial, que levou 3 tiros, e o major, que levou um tiro. As outras duas vítimas receberam alta.

Relembre o caso

O tiroteio aconteceu no mês de setembro devido à uma discussão e deixou três pessoas mortas, além de quatros feridas. Segundo informações iniciais, o policial penal Ricardo de Queiroz Costa, de 40 anos, e o major José Dinamérico Barbosa da Silva Filho, de 49 anos, teriam brigado por causa de ciúmes.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.