TRANSPORTE PÚBLICO

Dupla função: Rodoviários fazem primeira assembleia para decidir greve


As assembleias são resposta à decisão do TJPE de suspender efeito da lei que proibia motoristas de ônibus de acumular a função de cobradores

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 16/12/2020 às 10:48
Day Santos/Jc Imagem
FOTO: Day Santos/Jc Imagem
Leitura:

Os rodoviários devem decidir, nesta quarta-feira (16), se entram ou não em greve, a partir da próxima segunda-feira (21). Parte da categoria se reuniu para votar, na manhã de hoje, em assembleia, na sede do sindicato, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife.

>> TJPE suspende os efeitos da lei que impede dupla função de motoristas e cobradores na RMR

Pela tarde, haverá uma segunda votação. No fim do dia, os votos serão somados e a decisão anunciada.

>> Veja como será a greve dos rodoviários em Pernambuco

Resposta

As assembleias são uma resposta à decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) de suspender os efeito da lei que proibia motoristas de ônibus acumular a função de cobradores. Caso a greve seja aprovada, só deve acontecer em, no mínimo, 72h.

>> Empresas de ônibus não querem encerrar dupla função de motoristas e contratar cobradores, afirma Sindicato dos Rodoviários

Surpresa

A decisão do TJPE pegou o Sindicato dos Rodoviários de surpresa. Agora, a categoria pede que a portaria do Governo Estadual, aprovada pelo Tribunal Regional do Trabalho, que proíbe a dupla função dos motoristas, em toda Região Metropolitana, seja cumprida.

Donos de empresas

Os donos das empresas de ônibus já comunicaram que devem recorrer à justiça para impedir o movimento.