TRANSPORTE PÚBLICO

Greve: Sindicato entende transtornos, mas afirma que ato também é a 'favor da população'

Segundo o Sindicato dos Rodoviários, os ônibus deixarão de circular em toda Região Metropolitana a partir de 00h da próxima terça-feira (22)

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 17/12/2020 às 16:30
Felipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

Com a decisão dos motoristas e cobradores de ônibus da Região Metropolitana do Recife de entrar em greve na próxima terça-feira (22), muita gente ficou surpreendida. Vários usuários do transporte público não estavam sabendo da paralisação dos rodoviários programada para a próxima semana.

>>Rodoviários da Região Metropolitana do Recife entram em greve

Em entrevista à TV Jornal, o secretário geral do Sindicato dos Rodoviários, Josival Costa, disse que entende os transtornos causados pela greve, mas que o ato também é a favor da população.

>>Dupla função: Rodoviários fazem primeira assembleia para decidir greve

Paralisação

A paralisação foi aprovada pela categoria, em primeira votação, na manhã dessa quarta-feira (16). Segundo a categoria, os ônibus deixarão de circular em toda Região Metropolitana a partir de 00h da próxima terça-feira (22).

Tempo indeterminado

A greve seguirá, segundo o Sindicato dos Rodoviários, por tempo indeterminado.

Resposta

A greve, é uma resposta à decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) de suspender os efeitos da lei que proibia motoristas de ônibus de acumular a função de cobradores.

Nota da Urbana-PE

Em nota, a Urbana-PE informou que não medirá esforços para evitar mais uma interrupção de um serviço essencial e minimizar os prejuízos à população e à economia locais nesse período de festas e em plena crise sanitária.

Linhas impedidas

No último dia 9 de dezembro, 128 linhas que circulavam na Região Metropolitana do Recife, sem cobrador, foram impedidas pelo Sindicato dos Rodoviários de sair das garagens durante toda a manhã. Até que uma liminar garantiu que as empresas colocassem os ônibus nas ruas só com os motoristas.

Lei que proíbe dupla função

Após o prefeito Geraldo Julio (PSB) sancionar a proibição de motoristas acumularem a função de cobrador, nos ônibus do Recife, a Lei 18.761/2020 segue sem previsão de ser colocada em prática, de acordo com a apuração de Roberta Soares, do Jornal do Commercio.

Além disso, ainda não se sabe como a lei será colocada em prática. Ainda de acordo com a jornalista da coluna Mobilidade, o Governo de Pernambuco informou que a operacionalização será feita de acordo com a orientação da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

+VÍDEOS