DENúNCIA

Ossadas e caixões são expostos a céu aberto no Cemitério de Tiúma, em São Lourenço

Um descaso que vem revoltando a população e uma falta de respeito que machuca a memória de quem ficou

Ossadas e caixões são expostos a céu aberto no Cemitério de Tiúma, em São Lourenço

Um descaso que vem revoltando a população e uma falta de respeito que machuca a memória de quem ficou - Foto: Paulo Daniel/TV Jornal

O Cemitério de Tiúma, em São Lourenço da Mata, tem 54 anos e cerca de mil metros quadrados. Ele conta com aproximadamente 500 gavetas, 150 ossuários e 250 covas rasas, onde são sepultados basicamente os moradores do bairro.

>>Pacientes e familiares reclamam do mato e lixo na área externa do Hospital Otávio de Freitas

A primeira vista, até parece estar tudo ok. Mas basta caminhar um pouco para ver sinais de abandono. Em vários locais, se vê lixo e entulho acumulado. Mas o que mais chamou a atenção foram covas abertas com ossadas expostas.

>>Grávida denuncia descaso e falta de leitos em maternidade no Recife

Em um vídeo enviado para a produção da TV Jornal, um homem denunciou a situação do local. Em outro vídeo, também enviado para à nossa equipe, pode observar as ossadas dentro de um saco plástico.

 

Mau cheiro

A equipe de reportagem encontrou partes de ossos jogadas entre as covas. Em alguns pontos, era forte o mau cheiro de restos mortais.

>>Vídeo: Acompanhantes de pacientes do Hospital Agamenon Magalhães registra aglomeração

Descaso

Um descaso que vem revoltando a população e uma falta de respeito que machuca a memória de quem ficou.

Manutenção

Durante o tempo que estivemos no local, encontramos até um funcionário aplicando veneno, tentando fazer a manutenção do espaço, mas muito precisa ser feito no local para ele ter condições de receber mortos e vivos também.

Justificação

O administrador do cemitério, Gilson da Solva, tentou justificar o cenário. Segundo ele, a situação já está sendo resolvida.

Nota da Prefeitura de São Lourenço

A Prefeitura de São Lourenço da Mata informou que o problema do lixo e o entulho no Cemitério de Tiúma foi solucionado, mas não foi o que a nossa equipe registrou. A prefeitura disse que o que ocorreu foi um atraso na manutenção que é feita por uma empresa terceirizada. Já sobre o caixão fora do túmulo, a prefeitura informou que a administração do cemitério retira os ossos dos gavetários a cada dois anos. Eles são levados para o ossário comunitário ou jazido da famílias, apenas os caixões são descartados.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.