FIM DE ANO

Consumidores correm para garantir os produtos da ceia de Réveillon


A ceia de Réveillon é um ritual que não pode faltar, na virada do ano dos pernambucanos

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 31/12/2020 às 11:12
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Na véspera do ano novo, muitos consumidores ainda correm para garantir os produtos da ceia do Réveillon, que é um momento valioso na mesa dos pernambucanos.

Os itens mais procurados dos clientes são as aves, os salgadinhos, os vinhos e espumantes.

>> "Aqueles que forem alcançados no momento da festa serão autuados em flagrante", diz secretário sobre réveillon

>> Praia de Porto de Galinhas tem restrições no réveillon 2020; saiba mais

Para o Réveillon, os salgadinhos mais procurados são os pastéis de festa e de Belém. Além das empadas de queijo do Reino e as coxinhas. O prato, com 100 gramas, custa em torno de R$ 4,99.

Espumantes

Espumantes e vinhos também estão na lista dos clientes. O vinho Maria Izabel, que é mais conceituado, está sendo vendido a partir de R$ 85,90.

>> Réveillon na pandemia: Olinda restringe uso da orla na véspera de ano novo

Aves

As aves custam em torno de R$ 50 o quilo.