Fiscalização

Covid-19: Sem respeitar medidas restritivas, estabelecimentos são interditados

Os estabelecimentos foram interditados pelo Procon-PE

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 31/12/2020 às 12:20
Divulgação/Procon-PE
FOTO: Divulgação/Procon-PE
Leitura:

O Procon-Pernambuco interditou mais dois estabelecimentos que descumpriram os protocolos do Governo do Estado para evitar a disseminação da covid-19, nessa quarta-feira (30).

>> Sem seguir protocolos da covid-19, bar em Olinda é interditado após fiscalização

>> Pandemia: Procon-PE interdita local onde acontecia festa de cervejaria

Zona Sul do Recife

Na Zona Sul, uma ação conjunta do Procon, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar encontrou irregularidades em um bar, localizado na Avenida Visconde de Jequitinhonha. Os clientes não estavam respeitando o distanciamento entre as mesas e várias pessoas estavam bebendo, em pé e sem máscaras.

Centro do Recife

Já na Área Central do Recife, os fiscais também encontraram aglomeração e pessoas consumindo bebidas e comidas em pé, sem máscaras, em uma casa de show, no bairro da Boa Vista.

Os dois locais foram fechados.

>> Covid-19: Procon interdita bar e notifica estabelecimentos no Grande Recife

Denúncia

Os consumidores que presenciarem irregularidades podem fazer denúncias por meio do telefone 0800 282 1512 e até enviar vídeos e fotos para o WhatsApp (81) 3181-7000.

Fiscalização

Nessa quarta, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, falou, em coletiva de imprensa, que as pessoas e os estabelecimentos que não respeitaram as normas serão multados e autuados criminalmente.

"Aqueles que forem alcançados no momento da festa serão autuados em flagrante, vão responder criminalmente. Os locais e, não somente, os responsáveis pelas festas, o proprietário da granja, o proprietário da casa de eventos, o proprietário do hotel, todos serão responsabilizados. Inclusive, queremos deixar também claro, a posteriori, porque nem sempre a gente vai conseguir chegar na primeira hora. Vamos levantar fotos, o que está na internet, o que sairá no Instagram, nas redes sociais", falou Eurico.

Segundo o secretário, caso a população ou proprietários de estabelecimentos descumpram as determinações, durante a festa de Réveillon, no Estado, será estabelecida uma multa. "As pessoas, levianamente, vão querer participar desse tipo de evento, e aí vamos autuar. As multas vão de R$ 1.000 a R$ 100 mil, independente, inclusive, da responsabilização criminal que vai acontecer, de inquéritos que serão abertos, pela Polícia Civil", destacou o secretário.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
Evitar contato próximo com pessoas doentes.
Ficar em casa quando estiver doente.
Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

+VÍDEOS