RETORNO

Pernambucana que foi vítima de golpe do falso emprego na Bolívia chega ao Recife

Ela foi recebida no aeroporto por policiais federais, pela mãe e pelo irmão

Pernambucana que foi vítima de golpe do falso emprego na Bolívia chega ao Recife

A jovem ainda não prestou depoimento. - Foto: Divulgação/PF

A jovem, de 19 anos, moradora do Recife, resgatada de um cárcere privado, na Bolívia, chegou na capital pernambucana, na madrugada desta sexta-feira (29). Ela foi recebida por policiais federais no Aeroporto do Recife. A mãe dela e o irmão também acompanharam a chegada.

>>Vítima de cárcere em casa de prostituição conta detalhes do crime

A jovem ainda não prestou depoimento. De acordo com a Polícia Federal, ela estava abalada e foi direto para casa da família.

>>Mulher sequestrada em Ibimirim e torturada em vídeo é resgatada e 3 suspeitos morrem em Maceió

Os parentes da mulher contaram que ela recebeu uma proposta de emprego pela internet no início desse mês para trabalhar na cidade de Corumbá, no estado do Mato Grosso do Sul. Ao chegar no local ela foi raptada, colocada dentro de um carro e levada para a cidade de Santa Cruz de Lá Sierra, na Bolívia, onde ficou presa por 7 dias em uma pensão que funcionava como cativeiro. No dia 18, a mulher foi encontrada por policiais bolivianos. Até agora os suspeitos não foram localizados.

>>Pernambucana de 19 anos mantida em cárcere privado na Bolívia retorna ao Recife

 

Crimes

A polícia não descarta a possibilidade da estudante ter sido vítima de vários crimes inclusive tráfico de pessoas para fins de exploração sexual e de trabalho. A delegada Luciane Martorelli faz um alerta para quem recebe esse tipo de proposta.

Investigações 

Os policiais continuam as investigações afim de localizar outros vítimas deste crime.

Relembre o caso

De acordo com a PF, a mulher foi mantida em cárcere privado, dentro de uma pensão, em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, que era usada como cativeiro.

Ela foi localizada por policiais bolivianos e repatriada. Segundo a Polícia Federal, os envolvidos no crime ainda não foram identificados.

 

Denúncia

Os parentes já estavam sem conseguir contato com a jovem, há mais de uma semana, e decidiram procurar a Polícia Federal, no Recife.

A mãe contou que a filha recebeu uma ligação de uma amiga, a respeito de uma suposta vaga de emprego, na cidade de Corumbá.

Atraída pela proposta, a jovem pegou um ônibus, no Recife, e seguiu direto para a cidade, no sul do país. Ao chegar em Corumbá, ela entrou em uma van, que já estava aguardando.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.