VIOLêNCIA

Sport x Flamengo: Confusões entre torcedores assustam comerciantes e pedestres

Os torcedores jogaram pedras na polícia, que tentava dispersar a multidão. As confusões aconteceram no entorno da Ilha do Retiro e em outros pontos da cidade. Pessoas ficaram feridas e até mesmo um ônibus foi depredado

Sport x Flamengo: Confusões entre torcedores assustam comerciantes e pedestres

Torcedores uniformizados entram em conflito na Avenida Agamenon Magalhães - Foto: reprodução da internet

A confusão de torcedores antes e depois do jogo do Sport contra o Flamengo nessa segunda-feira (1º), na Ilha do Retiro assustou os comerciantes e pedestres. O rastro de pedras na calçada dá uma ideia do cenário de guerra em que Rua Payssandu se transformou.

>>Torcedores uniformizados entram em confronto na Avenida Agamenon Magalhães

A confusão começou cedo, por volta das 16h, na Avenida Prefeito Lima Castro, que fica por trás do campo do Sport, na Ilha do Retiro, estava tomada por torcedores do time, que gritavam e cantavam palavras de ordem. Os torcedores estavam no local aguardando a chegada dos jogadores do Flamengo, que disputariam à noite uma partida com o Sport. Mas a polícia foi acionada e dispersou a multidão, por causa da aglomeração.

Susto e desespero

Na ocasião, a cavalaria teve que dispersar a multidão. Spray de pimenta e balas de borracha foram utilizados. Na praça, hoje pela manhã tinham algumas capsulas. Sapato e sandálias foram deixados para trás. A autônoma Raquel Cristina mora perto e conta que a família estava muito assustada.

 

 

Com a tentativa de dispersão da polícia, os torcedores saíram correndo e jogaram pedras contra os policiais e os cavalos. Neste vídeo é possível ver os torcedores na Rua Payssandu, já à noite. Um comerciante estava largando do trabalho quando foi surpreendido pela multidão. Foram momentos de desespero.

Confusões

As confusões não aconteceram apenas no entorno da Ilha do Retiro. Há imagens de pessoas correndo pela Avenida Agamenon Magalhães. Mais cedo, um grupo de torcedores do Sport que seguia para se juntar à multidão no clube foi atacado por torcedores rivais. Os rubro-negros estavam em um ônibus da linha TI Xambá/Joana Bezerra quando pedras começaram a ser jogadas no coletivo. O motorista do ônibus, que prefere não se identificar, estava com muito medo.

Socorro

Passageiros ficaram feridos e foram socorridos para a Policlínica da Campina do Barreto.

Detidas

12 pessoas foram detidas.

Nota da Polícia Militar na íntegra

Na tarde desta segunda-feira (01), policiais militares do 13ºBPM, foram acionados para averiguar um possível confronto entre torcedores, próximo ao viaduto da Avenida Norte, na Avenida Agamenon Magalhães. Rapidamente, várias equipes policiais dirigiram-se para o local e dispersaram os envolvidos. Um ônibus foi depredado e 12 envolvidos foram detidos e conduzidos para a CEPLANC, e depois para Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE), da Polícia Civil, para adoção das medidas cabíveis. O Batalhão de Choque também foi acionado para dispersar aglomerações de torcedores no entorno da Ilha do Retiro, inclusive em uma situação em que um grupo se posicionava no caminho da delegação do Flamengo, adversário de ontem (1) do Sport.

Nota da Polícia Civil

A Polícia Civil de Pernambuco informa que está investigando, por meio da Delegacia de Repressão à Intolerância Esportiva - DPRIE, um caso de dano/depredação que aconteceu na tarde de ontem (1º), na avenida Agamenon Magalhães, no Recife. Os autores, 12 homens de idades variadas, foram conduzidos para a delegacia após confusão entre o grupo e depredação de um ônibus. Foi instaurado inquérito policial para apurar o caso, que está sob o comando do delegado Paulo Morais.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.