AUMENTO

Preço do feijão aumenta e prejudica população no Grande Recife


A equipe de reportagem da TV Jornal  foi às ruas do Grande Recife e encontrou o quilo do feijão por até R$ 15,00

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 05/02/2021 às 13:00
Foto: Alexandre Severo/Acervo JC Imagem
FOTO: Foto: Alexandre Severo/Acervo JC Imagem
Leitura:

Quem não dispensa um bom feijão na hora do almoço está sofrendo cada vez mais na hora de comprar o produto, seja em supermercados ou até mesmo em feiras livres. Na manhã desta sexta-feira (5), a equipe de reportagem da TV Jornal foi às ruas do Grande Recife e encontrou o quilo do feijão por até R$ 15,00. O que pesa no bolso das famílias e claro, diminui as vendas dos comerciantes.

O militar Wellington Lopes afirma que o feijão é um dos alimentos mais completos e ricos em nutrientes. Na casa dele ninguém vive sem o feijão. Porém, para ele levar o feijão pra casa está cada vez mais difícil, isso porque o preço do produto não para de subir.

Na semana passada, Wellington circulou nas feiras e encontrou o quilo do feijão rajadinho e do feijão verde por R$ 10,00. Hoje ele está mais caro. A equipe encontrou o mesmo tipo de feijão em casa amarela sendo vendido por R$ 15,00 o quilo.

Feijão preto

Os consumidores também constataram que o feijão preto esse aqui usado para fazer feijoada também subiu de preço. E o quilo está custando em torno R$ 9,00. Fizemos uma comparação de valores e encontramos o mesmo produto com uma variação de quase 40% nos supermercados do Grande Recife.

A dona de casa Severina Ferreira também notou a diferença. Em um estabelecimento, ela achou o feijão preto por quase R$ 11,00 o quilo.

Reclamação

Com a alta do preço, os comerciantes reclamam da queda nas vendas.