PANDEMIA

Covid-19: Com UTIs públicas cheias, Pernambuco vai contratar leitos da rede privada

A expectativa da SES é contratar, ao todo, 300 leitos de enfermaria, 150 leitos de UTI para adultos, além de 40 leitos de UTI pediátrica e neonatal

Covid-19: Com UTIs públicas cheias, Pernambuco vai contratar leitos da rede privada

A expectativa da SES é contratar, ao todo, 300 leitos de enfermaria, 150 leitos de UTI para adultos, além de 40 leitos de UTI pediátrica e neonatal - Foto: Bruno Campos/ JC Imagem

O secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, informou, durante coletiva de imprensa online, que a secretaria Estadual de Saúde (SES) irá abrir uma licitação para contratação de leitos de terapia intensiva (UTI) e enfermaria para pacientes com sintomas do novo coronavírus (covid-19) na rede privada.

>>Covid-19: Pernambuco totaliza 295.681 casos confirmados

De acordo com Longo, o governo pretende contratar a oferta de leitos que for disponibilizado pela rede privada, independente da localidade no Estado.

>>Plataforma permite acompanhar resultados de exames da covid-19 feitos na rede pública de Pernambuco

Edital

Ainda segundo o secretário, o edital será publicado ainda esta semana, no Diário Oficial do Estado. A contratação será por um período de 90 dias, podendo ser prorrogada a depender da necessidade.

Expectativa

A expectativa da SES é contratar, ao todo, 300 leitos de enfermaria, 150 leitos de UTI para adultos, além de 40 leitos de UTI pediátrica e neonatal.

Site

Durante a coletiva, foi apresentada a criação de um site onde será possível verificar o resultado dos testes de covid-19. A plataforma pode ser acessada pelo endereço www.meuexame.saude.pe.gov.br

Pernambuco em estabilidade

Segundo o Governo do Estado, Pernambuco segue no cenário de estabilidade e apresenta tendência de crescimento no número de casos da covid-19.

Igrejas de 63 cidades de Pernambuco só funcionarão até às 17h nos fins de semana

Na coletiva, o Governo de Pernambuco divulgou novas restrições no interior do estado. A medida foi tomada como forma de barrar o aumento preocupante de casos da covid-19 nos 63 municípios das II, IV e IX Gerências Regionais de Saúde (Geres), com sedes em Limoeiro, Caruaru e Ouricuri, respectivamente.

Segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo, a partir da próxima segunda-feira (1º) até o dia 12 de março “estarão suspensas as cirurgias eletivas nas unidades de saúde públicas e privadas nessas três regiões”.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, que também participou da coletiva de imprensa online, anunciou que as atividades não essenciais terão o horário de funcionamento reduzido nos fins de semana nos 63 municípios. A partir das 17h da sexta-feira até às 5h da segunda-feira essas atividades ficarão proibidas de funcionar.

Cidades afetadas

II GERESMunicípios (20): Bom Jardim, Buenos Aires, Carpina, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Carro, Limoeiro, Machados, Nazaré da Mata, Orobó, Passira, Paudalho, Salgadinho, Surubim, Tracunhaém, Vertente do Lério, Vicência.IV GERES

Municípios (32): Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim , Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Felix, Caruaru, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Jurema, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Una, São Caetano, São Joaquim do Monte, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes.IX GERES

Municípios (11): Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.