Transporte público

Reajuste da passagem do Metrô do Recife é adiado; tarifa continua em R$ 4,00


Reajuste seria de R$ 4,25 a partir deste sábado (20)

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 19/03/2021 às 16:00
Filipe Jordão/JC Imagem
FOTO: Filipe Jordão/JC Imagem
Leitura:

Foi adiado, nesta sexta-feira (19), o novo aumento de R$ 4,25 das tarifas do Metrô do Recife, que deveria entrar em vigor neste sábado (20). A decisão foi da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) depois da solicitação do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Segundo o Ministério, a maioria dos passageiros do metrô ganham até um salário mínimo e meio. A suspensão do reajuste vale até o dia 17 de abril em Pernambuco e também em Minas Gerais, estados onde estão sendo adotadas medidas restritivas para conter o avanço da covid-19. Assim, a passagem do metrô continua com o valor de R$ 4,00.

>>Além do aumento, passageiros do Metrô do Recife se revoltam por vários problemas do serviço

Problemas

Depois da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) determinar um novo aumento da tarifa do Metrô do Recife, que havia sido aprovado em reunião extraordinária do Conselho de Administração da CBTU no dia 5 de março, vários passageiros ficaram surpresos e apreensivos com o reajuste.

Porém, além do aumento, a população também mostrou-se revoltada com vários problemas do serviço prestado pelo metrô. Eles relatam que são problemas de estrutura, sem falar o sucateamento das composições que expõem a situação.

Reajustes

Em 3 anos, a tarifa do metrô reajustou 6 vezes. Em 2019, ela custava R$ 1,60. Em maio, passou para R$ 2, 10, em julho foi para R$ 2,60, em setembro de 2019 foi para R$ 3,00.

Em janeiro de 2020, subiu para R$ 3,70 e o último reajuste foi em março do passado quando ficou em R$ 4,00.