SOLIDARIEDADE

Situação crítica: Banco de leite do Hospital Agamenon Magalhães só tem estoque para esta semana

Banco de leite do hospital só tem insumo para beneficiar pacientes até o final da semana. Para ajudar, não é preciso nem sair de casa


Situação crítica: Banco de leite do Hospital Agamenon Magalhães só tem estoque para esta semana

É importante destacar que as mães precisam estar saudáveis e só devem doar o alimento se estiverem produzindo em excesso - Foto: Elza Fiúza / Arquivo / Agência Brasil

Com consumo diário de cerca de dois litros de leite materno, o Hospital Agamenon Magalhães (HAM), na Zona Norte do Recife, está com estoque crítico e convoca as mães que produzem leite além da necessidade do seu filho para doar à unidade o excedente.

Atualmente, há só dez litros do insumo, ou seja, suficiente apenas até o final da semana. O alimento é indispensável para o desenvolvimento dos bebês prematuros ou de baixo peso internados em UTI, UCI ou Alojamento Canguru.

"O apelo que nós fazemos é para as mães que estão em casa, que produzem excedente do leite, para que elas se sensibilizem com a situação do nosso estoque e nos procurem para doar o alimento. Por telefone, passamos todas as orientações e agendamos a coleta na residência da doadora", pontua a coordenadora do banco de leite do HAM, Agnes Freitas.

Como ajudar

As mães interessadas em praticar esse gesto de solidariedade podem entrar em contato com o hospital pelo número  (81) 3184-1690 para saber mais detalhes sobre o processo.

>> Banco de leite do Imip pede doações; saiba como ajudar

 

Cuidados

Para retirar o leite da mama, a indicação é que a mãe use uma máscara para proteger a boca, um lenço ou touca na cabeça, além de higienizar as mãos, antes de iniciar o processo.

O produto deve ser armazenado em potes de vidro com tampa de plástico, como os de maionese ou café. Para higienizá-los, deve-se colocar água no fogo e, quando começar a ferver, adicionar os potes. Eles devem ser retirados de 15 a 20 minutos depois. O papel que vem na parte interna da tampa precisa ser retirado antes de todo o processo.

Quem pode doar

É importante destacar que as mães precisam estar saudáveis e só devem doar o alimento se estiverem produzindo em excesso. Após a entrega, o leite humano doado é analisado, pasteurizado e submetido a um rigoroso controle de qualidade, antes de ser ofertado a uma criança.

Solidariedade

De Garanhuns, Nayara Santos, 24 anos, deu à luz, na semana passada, aos gêmeos Bernardo e Benício, prematuros, que nasceram com 27 semanas. A jovem está sendo acompanhada pela equipe do serviço, enquanto aguarda os filhos receberem alta hospitalar.

"Eu já sabia que o leite materno é importante, mas não tinha tanto conhecimento sobre o assunto, até me tornar mãe e, principalmente, de gêmeos prematuros. Estou conseguindo garantir o leite deles com a ajuda de outras mães. Por isso é importante que outras mães venham fazer doação, porque o estoque do HAM está muito baixo", reforça.

Outros bancos de leite

Além do banco de leite do HAM, outros três bancos de leite estão sob gestão do Governo de Pernambuco e aceitam doação do público.

No Recife, há o Hospital Barão de Lucena (81 3184.6552), que, atualmente, possui 10 litros e está com consumo diário em torno de 250 ml. Já no Hospital Jesus Nazareno (81 3719.9338), em Caruaru, o estoque está em 20 litros (consumo diário de 800 ml).

Em Petrolina, o Hospital Dom Malan (87 3202.7000) conta com 11 litros (necessidade de, em média, 1,1 l/dia). Outras instituições públicas e privadas também recebem doações. Para ver a lista completa de bancos de leite de Pernambuco, basta acessar o link https://bit.ly/2sfx9MM.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.