Transporte público

Grande Recife Consórcio anuncia reforço de ônibus, mas passageiros ainda reclamam

Apesar do reforço, passageiros ainda reclamam do serviço. Ainda há linhas de ônibus com superlotação e registros de aglomeração

Com informações do JC Online
Com informações do JC Online
Publicado em 05/04/2021 às 12:15
Bruno Campos/ JC Imagem
FOTO: Bruno Campos/ JC Imagem
Leitura:

O Grande Recife Consórcio de Transporte anunciou um reforço de ônibus para a Região Metropolitana, com a flexibilização da quarentena. Segundo o CTM, a primeira e maior ampliação começou no dia 1º, quando 171 coletivos foram às ruas.

Nesta segunda (5), outros 29 começaram a rodar. Com o reforço, o Sistema de Transporte Público de Passageiros da RMR (STPP) passará a ter praticamente 50% das linhas operando com 100% ou mais da frota. Em números exatos, são 184 linhas operando, hoje.

O objetivo do Governo do Estado é minimizar a superlotação, nos horários de pico da manhã e da noite. 200 ônibus a mais serão lançados na operação, elevando a frota de 80% para 88%, e permitindo que 184 linhas rodem com mais de 100% dos veículos.

Reclamação

Apesar do reforço, passageiros ainda reclamaram do serviço e, mesmo após o acordo entre Governo do Estado e Defensoria Pública, que prevê o aumento da frota, durante o período da pandemia, cenas de aglomeração ainda são registradas dentro dos coletivos.

>> Acidente deixa motorista de ônibus preso nas ferragens e passageiros feridos, em Olinda; veja fotos

Joana Bezerra

No Terminal Integrado Joana Bezerra, o fluxo de passageiros foi intenso, durante as primeiras horas da manhã desta segunda (5). Mesmo com o reforço na frota, anunciado após o acordo entre o Governo do Estado e a Defensoria Pública, as longas filas se tornaram aglomerações.

Segundo a equipe de reportagem da TV Jornal, em algumas linhas, era possível observar o cumprimento da determinação de passageiros serem transportados dos terminais apenas sentados. Em outras, mesmo com a fiscalização do Grande Recife, o problema da lotação persistia.

>> Volta para casa tem aglomeração e ônibus lotados no 1º dia de quarentena no Recife

Ajustes

O diretor de operações do Grande Recife Consórcio de Transporte, André Melibeu, explicou o porquê de o sistema não estar operando em 100% da capacidade. Ele também revelou que ajustes na quantidade dos ônibus devem ser feitos para evitar novas cenas de aglomeração.

+VÍDEOS