PROTESTO

Familiares e amigos de eletricista acusado de envolvimento na morte de adolescente grávida protestam em Paulista

Eles acreditam que o eletricista não cometeu o feminicídio contra a adolescente, de 17 anos

Familiares e amigos de eletricista acusado de envolvimento na morte de adolescente grávida protestam em Paulista

O crime aconteceu em 2007, em Pau Amarelo - Foto: Tião Siqueira/TV Jornal

Com informações de Mário Oliveira

Familiares e amigos do eletricista identificado por Clécio Pereira Dias, de 43 anos, acusado de envolvimento na morte de uma adolescente grávida, protestaram, na manhã desta sexta-feira (9), em frente ao Fórum de Paulista, no Grande Recife.

Clécio está preso desde 2019, suspeito de ter assassinado a jovem, mas familiares e amigos acreditam que o eletricista não cometeu o feminicídio. No ato, com faixas e cartazes, eles pediam justiça sobre o caso.

>>Familiares e amigos do PM da Rádio Patrulha protestam no Recife

Relembre o crime

O crime aconteceu em 2007, em Pau Amarelo. Clécio e a jovem teriam tido um relacionamento amoroso, um ano antes de o assassinato ocorrer. Na época em que a adolescente foi morta, ela já estaria em outro relacionamento. Mesmo assim, o eletricista teria sido apontado como autor dos disparos que acabaram tirando a vida da vítima.

Segundo a mãe do eletricista, Maria Dias Ferreira, no dia em que o crime aconteceu, Clécio estaria viajando.

>>Parentes e amigos de vítimas de chacina em Camaragibe protestam por justiça e segurança

Processo em liberdade

Amigos e familiares esperam que Clécio possa responder ao processo em liberdade até o julgamento do caso, que está marcado para acontecer em setembro.

Nota do TJPE 

Confira a nota do Tribunal de Justiça de Pernambuco, na íntegra: 

A assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça de Pernambuco (Tjpe) informa que, no final da tarde desta quinta-feira (8/4), foi efetuado contato com a vara criminal onde tramita o processo em que figura como parte clécio pereira da silva, mas até o momento não recebemos retorno da unidade judiciária. ressaltamos que, como o tjpe vem atuando em regime diferenciado de trabalho remoto, devido à pandemia da covid-19, os contatos com as unidades judiciárias são efetuados através de e-mail. assim que obtivermos a resposta, a nossa equipe responderá à solicitação.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.