ATO

Protesto: Ambulantes interditam vias e pedem inclusão no auxílio municipal de Olinda

Segundo a categoria, cerca de 2.500 trabalhadores informais estão prejudicados pela falta do auxílio da Prefeitura de Olinda.

Protesto: Ambulantes interditam vias e pedem inclusão no auxílio municipal de Olinda

Os manifestantes fecharam a Avenida Pan Nordestina e a Avenida Olinda, pedindo para serem incluídos no auxilio emergencial da prefeitura. - Foto: Tião Siqueira/JC Imagem

Em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, uma manifestação foi feita por ambulantes que não podem trabalhar, por causa da pandemia de covid-19 (novo coronavírus), na manhã desta quarta-feira (14). Eles fecharam a Avenida Pan Nordestina e a Avenida Olinda, pedindo para serem incluídos no auxilio emergencial da prefeitura.

De acordo com Cristiano Silva, presidente do Sindicato do Comércio Informal de Pernambuco, cerca de 2.500 trabalhadores informais estão prejudicados pela falta do benefício.

>> Saiba quem pode e como receber Auxílio Emergencial do Carnaval da Prefeitura de Olinda

>> Olinda anuncia auxílio de R$ 600 para trabalhadores de diversos setores; veja se tem direito

O ato

Com entulhos e pneus queimados, trabalhadores informais da cidade bloquearam as pistas para protestar contra a Prefeitura, que não incluiu vendedores ambulantes no auxílio emergencial dado a algumas categorias afetadas pela pandemia.

Os ambulantes contam que estão passando dificuldade, alguns contando com apoio de doações e solidariedade para sobreviver. Eles reclamam da falta de diálogo com a prefeitura.

 

Trânsito

O protesto provocou um engarrafamento quilométrico nas duas avenidas, o que gerou muitas reclamações por parte dos motoristas. O protesto acabou por volta das 9h, e as pistas foram liberadas.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.