DESCASO

O drama dos moradores de Caixa D'Água que tiveram as casas invadidas pela água da chuva

A sujeira que toma conta de parte do Rio Beberibe pode ser uma das causas do problema

O drama dos moradores de Caixa D'Água que tiveram as casas invadidas pela água da chuva

Segundo os moradores, a quantidade de lixo é tanta que é possível caminhar por cima dele - Foto: Reprodução/TV Jornal

Desde a última sexta-feira (17) os moradores da Rua Marajás, em Caixa D'Água, na divisa da cidade do Recife com Olinda, vivem um drama. Isso porque, com as chuvas, o Rio Beberibe e um canal transbordaram e a água invadiu as casas, e o lixo trazido pelas enchente, os quintais.

Preocupado com o sofrimento dos moradores, a equipe de reportagem da TV Jornal resolveu seguir o curso do rio e pouco mais à frente, no Recife, foi encontrado a origem do problema. Várias toneladas de lixo, garrafas pet, embalagens de isopor, cinco geladeiras, capacete, animais mortos e etc.

Segundo a equipe, é tanto lixo, que uma represa se formou no Rio Beberibe, no bairro Porto da Madeira, no Recife. A autônoma Regineide Caldas mora no local há mais de 40 anos. Segundo ela, a água não tem para onde escoar e invade as casas.

>>Moradores denunciam canal coberto de entulhos em Peixinhos

Quantidade de lixo

Segundo os moradores, a quantidade de lixo é tanta que é possível caminhar por cima dele. Vários sacos de reciclagem estão em cima do rio. A dona de casa Irenilda Maria conta que não há limpeza no local há muitos anos. Moradores perderam tudo nas últimas chuvas. Na Rua da Trindade Henrique, ainda tinham moveis estragados desde a semana passada.

>>Olinda é a cidade que mais choveu na Região Metropolitana

Nota da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco

A Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco informou que está providenciando a contratação de uma empresa para realizar os serviços de desobstrução e limpeza do rio no trecho mostrado na reportagem. A secretaria disse também que é importante a colaboração da população para evitar o descarte irregular de lixo em rios e canais.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.