OPERAÇÃO

Empresa do Recife é alvo de operação por suspeita de aplicar golpe em oferta de vacinas contra covid-19

A empresa ofereceu a vacina para 20 prefeituras do Brasil

Com informações de Mário Oliveira
Com informações de Mário Oliveira
Publicado em 22/04/2021 às 16:00
Reprodução/SBT RIO
FOTO: Reprodução/SBT RIO
Leitura:

Uma empresa de consultoria em tecnologia com sede no bairro de Casa Forte, Zona Norte do Recife, que teria oferecido doses da vacina AstraZeneca a pelo menos 20 prefeituras do Brasil, está sendo alvo de uma operação da Polícia Civil.

Ao todo, quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos por agentes das polícias Rodoviária Federal e Civil do Recife e do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (22). Documentos e computadores também foram levados da empresa para análise.

As investigações começaram há 15 dias quando o prefeito da cidade de Barra do Pirai, no Rio de Janeiro, entrou em contato com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informando que a empresa de consultoria estaria abrindo negociações para a comercialização de um lote de meio bilhão de doses da vacina Oxford/AstraZeneca.

>>Empresa do Recife é alvo de operação por suspeita de aplicar golpe em oferta de vacinas a mais de 20 prefeituras do Brasil

Golpe

A Polícia Civil foi acionada e descobriu que a venda do imunizante, na verdade, era um golpe que envolveria também uma outra empresa com sede nos Estados Unidos.

>>Covid-19: Fiocruz vai entregar 5 milhões de doses de vacina nessa sexta-feira

Experiência

De acordo com o delegado de combate à corrupção e lavagem de dinheiro do Rio de Janeiro, Thales Nogueira, a empresa que funciona no Recife não tem nenhuma experiência no ramo farmacêutico, mesmo assim dizia ser representante da empresa norte americana que estaria localizada no estado da Pensylvania e que seria responsável pelo repasse das vacinas. Doses que, segundo a polícia, nunca existiram.

>>Pode consumir bebida alcoólica após receber a vacina contra a covid-19?

Cidades pernambucanas

Segundo as investigações, não há registro de cidades pernambucanas tenham caído no golpe, mas de acordo o delegado, pelo menos 20 municípios de todo país estariam negociando com a empresa.

+VÍDEOS