AGRESTE

Vídeo: Chuva forte provoca alagamentos em Garanhuns, no Agreste; Mulher cai em cratera e desaparece

Pouco antes do acidente, a mulher apareceu em um vídeo, gravado por outro morador, reclamando do buraco na rua. Garanhuns não costuma ter alagamentos, mesmo com chuva forte

Vídeo: Chuva forte provoca alagamentos em Garanhuns, no Agreste; Mulher cai em cratera e desaparece

As chuvas foram registradas na noite dessa quarta-feira (21) - Foto: Reprodução/Internet

Com informações do repórter Eduardo Peixoto

Moradores de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, foram surpreendidos com chuva forte, na noite dessa quarta-feira (21). Os bairros mais atingidos pela chuva foram o Centro, Magana e Brasília. Por estar acima do nível do mar, Garanhuns não costuma ver alagamentos, mesmo quando as chuvas são fortes. De acordo com a reportagem da Rádio Jornal na cidade, o problema pode ter sido provocado em razão do entupimento de bueiros. 

 

>> Mulher é engolida por cratera durante forte chuva em Garanhuns, no Agreste; vítima permanece desaparecida

>> Fortes chuvas provocam alagamentos em Garanhuns, no Agreste; Mulher caiu em cratera e está desaparecida

 

Mulher desaparecida

Na rua João Paulo de Miranda, no centro da cidade, um buraco se alargou e virou uma cratera, devido à força da chuva. Uma moradora, identificada como Nayara Melo, foi arrastada pela água e engolida pela cratera.

Pouco antes do acidente, ela apareceu em um vídeo, gravado por outro morador, reclamando do buraco na rua. “Isso aqui está um absurdo. É uma rua de trabalhador. É uma coisa muito feia. Isso é um absurdo! Na porta da minha casa, está um buraco que ninguém pode entrar ou sair”, reclamou. 

Buscas

O Corpo de Bombeiros fez buscas pela mulher até 1h30 da madrugada desta quinta-feira (22). As buscas foram retomadas nesta manhã.

Prefeitura

Confira, na íntegra, a nota da Prefeitura de Garanhuns sobre o caso:

A Secretaria de Infraestrutura, Obras e Serviços Públicos, informa que foi acionada na noite de ontem (21), sobre uma ocorrência na Rua Antônio Paulo de Miranda, centro da cidade. Juntamente com Defesa Civil, AMSTT, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, a secretaria tomou conhecimento de uma tragédia que vitimou uma mulher. Devido às fortes chuvas, o carro de uma família estava sendo carregado pelas águas, na frente de casa, quando o casal, com ajuda de amigos, tentou empurrar o carro para local seguro, no entanto, o calçamento afundou e criou uma cratera, infelizmente a mulher e o carro caíram, sendo ela carregada pela forte correnteza.

O prefeito de Garanhuns, Sivaldo Albino, também esteve no local, acompanhando os trabalhos das equipes de resgate e infraestrutura.

As fortes chuvas no início da noite desta quarta-feira (21), infiltraram, romperam tubulações e causaram diversos estragos no município, a exemplo da Rua Antônio Paulo de Miranda, que infelizmente contou com uma vítima fatal, em trágico acidente. Um outro buraco estava isolado com cavaletes, não sendo o mesmo do acidente desta noite.

As buscas pela mulher desaparecida seguiram até próximo das 02h da madrugada, com apoio de moradores da referida localidade, porém sem sucesso de encontrar o corpo. Os trabalhos já reiniciaram nesta manhã de quinta-feira.

A Secretaria informa ainda que há relatos de outros buracos, afundamentos, galerias obstruídas, alagamentos e ruas com problemas em outros locais no município, e está multiplicando as equipes para atender os chamados. As últimas chuvas já haviam causado diversos estragos, principalmente em ruas calçadas ou asfaltadas fora do padrão de qualidade ou que há muito tempo não passam por manutenção. De toda forma, como a população pode ver em diversos vídeos nas redes sociais, as chuvas foram fortes, em pouco tempo, e as galerias não absorveram a quantidade de água em diversos locais da cidade. Quanto à Rua Antônio Paulo de Miranda, ressaltamos que havia já serviço da Secretaria de Obras em outro local da artéria, não havendo qualquer ligação com a cratera das chuvas de ontem.

Estamos trabalhando para restabelecer a normalidade, lamentando a fatalidade que vitimou uma mulher, e refutando o uso político que algumas pessoas e adversários políticos tentaram fazer desta tragédia.

Para qualquer informação e solicitação de serviços, a população pode acionar o telefone da Ouvidoria: 3762.7003

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.