SUPERAÇÃO

Técnica de enfermagem supera a covid-19 e celebra Dia das Mães com a filha pela primeira vez

Tâmara teve que antecipar o parto de para a 35ª semana de gestação, e o encontro entre a Tâmara e a filha foi emocionante

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 09/05/2021 às 19:00
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

O mês de maio é recheado de amor à todas as mães do mundo. Este é o segundo ano que é preciso ter cautela nas comemorações devido a pandemia. Afinal, o mais importante é preservar a vida demostrando cuidado e respeitando as regras à fim de conter o avanço do vírus.

O 'Dia das Mães', que é celebrado neste domingo (9), tem um significado ainda mais especial para algumas mães. É o caso da técnica de enfermagem Tâmara Lima, que superou todos os obstáculos impostos pelo novo coronavírus (covid-19), preza pelo cuidado e proteção.

Em entrevista à TV Jornal, Tâmara contou que quando estava grávida da segunda filha, tinha muitos planos. Mas, o que ninguém esperava, é que um 'furacão' chamado covid-19, levou para longe todos planos de uma mãe, que teve que lutar pela própria vida e pela vida do bebê.

Em Abril de 2020, no início da pandemia, Tâmara foi infectada pela doença. Ela teve que antecipar o parto de Luíza para a 35ª semana de gestação. A técnica de enfermagem não viu a filha nascer. Ela ficou intubada após o parto. Já a bebê foi para a UTI neonatal, porque nasceu prematura. Ela não foi infectada pela doença. “Eu não vivi esse momento tão importante (do parto)”, lamenta.

O marido da técnica, Filipe Souza, ainda lembra da escolha difícil que teve que fazer momentos antes de o parto acontecer. “A médica me perguntou se eu concordava em interromper a gravidez e qual era a minha preferência. Eu disse que não tinha. Que queria salvar a vida das duas”, lembrou Filipe Souza.

Por causa do comprometimento respiratório e pelo estado de saúde delicado, a técnica de enfermagem ficou inconsciente na UTI até mês seguinte e acordou exatamente no Dia das Mães. Porém, devido aos remédios não lembrava da bebê.

Técnica venceu a covid-19

Tâmara venceu a covid-19. Após 33 dias de ter dado entrada no hospital, ela foi pra casa. O encontro entre a mãe e a filha recém-nascida foi emocionante. Hoje, Tâmara ainda luta com as sequelas da doença. Ela vive isolada com as filhas com medo de novas infecções. “É uma emoção enorme. Por mais que eu não esteja 100% de saúde, só de estar viva é uma alegria imensa”

Domingo será o primeiro Dia das Mães com as filhas no colo. Um dia para celebrar a maternidade e o milagre de acordar e ter no colo a filha, que junto com a mãe, foi mais forte que o coronavírus.

Grávidas com Covid-19 em Pernambuco

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, no ano de 2020 foram confirmados 1.794 casos leves em gestantes e 123 casos graves. No mesmo período, foram notificados 34 óbitos maternos suspeitos de Covid-19. Em 2021, a Secretaria de Saúde de Pernambuco não confirmou nenhum caso.

+VÍDEOS