OPERAÇÃO

Advogado é preso durante operação da Polícia Federal no Grande Recife

As investigações começaram em outubro do ano passado, quando a Caixa Econômica Federal descobriu um golpe que teria sido praticado por um advogado.

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 11/05/2021 às 11:52
Divulgação/Polícia Federal
FOTO: Divulgação/Polícia Federal
Leitura:

Um advogado foi preso durante a 3º fase da operação denominada 'Quatro milhões' da Polícia Federal, deflagrada na manhã desta terça-feira (11), nas cidades de Moreno e Camaragibe, no Grande Recife. Além do mandado de prisão, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, bloqueio de contas bancárias e sequestro de imóvel.

As investigações começaram em outubro do ano passado, quando a Caixa Econômica Federal descobriu um golpe que teria sido praticado por um advogado. Ele apresentou uma procuração pública lavrada no cartório de Moreno, com base em um documento de identidade falsificado, e recebeu um precatório no valor de R$ 4 milhões na agência da Caixa Econômica do Tribunal Regional Federal da 5º região, no Recife.

Fraude

A fraude foi descoberta quando a verdadeira beneficiária do processo apresentou-se à agência da Caixa para receber os valores.

>> Operação da Polícia Federal prende suspeitos de fraudes no auxílio emergencial em Pernambuco

Crimes

Além da prisão do advogado, outros integrantes envolvidos no esquema já foram identificados pela Polícia Federal. A quadrilha é investigada pela prática dos crimes de estelionato qualificado, associação criminosa, lavagem de dinheiro e constituição de organização criminosa. Se forem condenados, podem receber penas que chegam até 30 anos de prisão.

+VÍDEOS