SAÚDE

Pernambuco vai retomar vacinação contra covid-19 em grávidas e puérperas, com ou sem comorbidades; saiba mais

Ao todo, quatro polos regionais estão sendo montados na Região Metropolitana do Recife, no Agreste e no Sertão do Estado para a imunização com as doses da Pfizer/Biontech.

Pernambuco vai retomar vacinação contra covid-19 em grávidas e puérperas, com ou sem comorbidades; saiba mais

O secretário estadual de Saúde, André Longo, falou que a vacina da Pfizer é segura para essas mulheres - Foto: Ilustrativa/Pixabay

O Estado de Pernambuco irá retomar a vacinação contra a covid-19 em grávidas e mulheres que tiveram filhos há 45 dias (puérperas), com ou sem comorbidades. Ao todo, quatro polos regionais estão sendo montados na Região Metropolitana, no Agreste e no Sertão do Estado para a imunização com as doses da Pfizer/Biontech.

A decisão de não seguir a recomendação do Ministério da Saúde partiu após uma reunião do Comitê Técnico Estadual e da Comissão de Intergestores Bipartite (CIBO), realizada nessa quarta (12), que envolveu prefeitos e representantes da Secretaria Estadual de Saúde.

O Programa Estadual de Imunização está organizando um plano operativo para informar para qual polo irá a mulher de cada município. Além disso, está sendo verificado com Recife, Jaboatão dos Guararapes e Olinda quantas doses da Pfizer, estão disponíveis para fazer a divisão para as macrorregionais. Ao todo, foram entregues 46,8 mil doses ao Estado, na última segunda-feira (10). A expectativa é que o imunizante seja distribuído na próxima sexta (14).

Polos

Para gestantes e puérperas de cidades da Região Metropolitana e Zona da Mata de Pernambuco, o polo de vacinação será Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. Para o grupo que reside em cidades do Agreste, o polo de vacinação será em Caruaru. E para gestantes e puérperas do Sertão, o polo de vacinação será em Serra Talhada e Petrolina. 

>> Covid-19: Saiba como fica vacinação para grávidas e qual vacina você deve tomar, após suspensão da AstraZeneca

Vacina é segura?

O secretário estadual de Saúde, André Longo, falou que a vacina da Pfizer é segura para essas mulheres. "A vacinação para esse grupo de gestantes e puérperas é segura com a vacina da Pfizer. Então, tanto o Comitê Técnico, quanto a CIB decidiram pela continuidade do processo de vacinação em Pernambuco. Nós estamos organizando uma rede nos municípios sede de Regionais, inclusive no interior do Estado, para que esse processo de vacinação das gestantes e puérperas possa ter continuidade ,já a partir deste final de semana, com a distribuição da Pfizer de forma mais capilarizada para esses municípios atenderem essas mulheres perto de onde elas residem. Essa rede solidária do Sistema Único de Saúde será criada para garantir a continuidade segura do processo de vacinação das mulheres gestantes e puérperas de Pernambuco", reforçou. 

 

Comorbidades 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) também informou que a vacinação no grupo de comorbidades e pessoa com deficiência cadastrada no BPC passa a ser feita na faixa etária a partir dos 50 anos, em todo o Estado.

Ministério suspende vacina AstraZeneca

Na terça-feira, o Ministério da Saúde anunciou a suspensão temporária da vacinação de gravidas e púerperas sem comorbidades, e também a suspensão da aplicação da vacina Oxford/AstraZeneca em gestantes e mulheres com bebês de até 45 dias, com doenças pré-existentes. A suspensão aconteceu, depois da morte de uma promotora de justiça, que estava gravida e tinha tomado a primeira dose do imunizante.

A relação da morte com a vacina ainda não foi comprovada. Pernambuco decidiu seguir aplicando as vacinas da Pfizer e aguarda um posicionamento do Ministério da Saúde em relação às gestantes que já receberam a primeira dose da Oxford/AstraZeneca, no Estado.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.