DESCASO

Abandono toma conta de prédio da Faculdade de Odontologia de Pernambuco, em Camaragibe

O prédio, que está desativado desde dezembro de 2009, teve quase tudo roubado. Descaso, abandono, lixo e até ossos humanos tomam conta do local


Abandono toma conta de prédio da Faculdade de Odontologia de Pernambuco, em Camaragibe

No prédio da faculdade, moravam cerca de 100 famílias, mas, quando o prédio foi desativado, por causa de risco na estrutura, a maioria das famílias saiu. - Foto: Bruno Campos/TV Jornal

Inaugurado na década de 60, o prédio da Faculdade de Odontologia de Pernambuco (FOP), que fica no bairro de Tabatinga, em Camaragibe, Grande Recife, foi construído, inicialmente, para abrigar o Seminário Regional do Nordeste. Depois disso, tornou-se a sede da FOP.

Desde dezembro de 2019, o prédio foi desativado. Hoje, o que se vê é um cenário de abandono. No prédio, quase tudo foi roubado, de lá pra cá. A equipe de reportagem da TV Jornal conseguiu entrar em uma das áreas da faculdade, e o cenário é apocalíptico, parecendo um filme de terror.

No local, o teto foi quebrado e os fios roubados. Até as janelas não escaparam dos vândalos. Em cada sala foi registrado o descaso. Em uma delas, dezenas de pastas de dentes e produtos de limpeza bucal estavam estragados no chão. A equipe de reportagem também encontrou ossos humanos espalhados pela universidade. Segundo moradores, a capelinha da FOP também foi violada, há alguns meses. 

Escola desativada

A entrada da capela foi fechada, mas essa parece ter sido a única providência. No terreno por trás da faculdade, muitos restos de equipamentos, alguns até com o número de patrimônio. A Escola Estadual Santa Apolônio, que ficava no mesmo terreno, também foi desativada. Ela também está sendo alvo de vandalismo.

>> Parque de Exposições do Cordeiro sofre com abandono, estruturas quebradas e sujeira 

 

Preocupação

A equipe de reportagem também encontrou diversos focos de mosquitos, com larvas. No prédio da faculdade, moravam cerca de 100 famílias, mas, quando o prédio foi desativado, por causa de risco na estrutura, a maioria das famílias saiu. Hoje, ainda vivem no local cerca de 20 famílias. Elas vivem preocupadas com os furtos constantes e a violência. 

>> Terminal Integrado Cosme e Damião, na Zona Oeste do Recife, sofre com abandono e acumula problemas

Resposta da UPE

Em nota, a Universidade de Pernambuco disse que o prédio da FOP não está abandonado, sim desocupado, por ordem da Defesa Civil de Camaragibe, por risco de desabamento. Diante do problema, os alunos foram relocados para outras instalações da UPE, desde 2019, até que um novo prédio seja construído.

Sobre a situação dos túmulos, a nota diz que fica claro que houve crime por parte de pessoas que invadiram o prédio e promoveram arrombamentos. A universidade disse que vem notificando as ações à Delegacia de Camaragibe e solicita que a Prefeitura Municipal de Camaragibe auxilie na remoção dos corpos para um dos cemitérios da região.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.