PANDEMIA

Covid-19: Aumento de internações, possibilidade de mais restrições e preocupação com o Agreste; veja situação de Pernambuco, segundo André Longo


Secretário falou sobre o aumento de casos do novo coronavírus no Estado e as restrições para conter os avanços da covid-19

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 21/05/2021 às 12:16
Hélia Scheppa/SEI
FOTO: Hélia Scheppa/SEI
Leitura:

O secretário Estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo, falou sobre o aumento de casos do novo coronavírus no Estado, durante a coletiva de imprensa realizada nessa quinta-feira (20). De acordo com ele, foram registradas 108 solicitações de internação a mais, em todo o Estado, comparando com os primeiros 4 dias da semana passada. Um aumento de 12,7%.

Agreste

Já No Agreste, foram 64 solicitações a mais no período, o que equivale a um crescimento de 40%. O Agreste continua sendo a região que mais preocupa, neste momento. Em outras regiões, os casos de SRAG tiveram queda ou oscilações abaixo de 5%. No entanto, no Agreste, o aumento foi acima dos 10%.

Novas restrições

"A situação ainda é grave e precisamos ter um reforço nos cuidados, porque dias ainda bastante difíceis estão por vir, especialmente nas próximas três semanas", disse. Em seguida, Longo não descartou restringir ainda mais as medidas, caso a situação seja agravada. "Estamos muito atentos e monitorando os indicadores da doença no Estado. Ao menor sinal de piora, não hesitaremos em tomar medidas mais restritivas, como adotamos esta semana, na região do Agreste", relatou Longo.

>> Candida auris: Ação de 'superfungo' é favorecida por lotação em hospitais por causa da covid-19, no Brasil; entenda

Vacina

Ainda durante a coletiva, André Longo, informou que, dos 129 municípios que estavam com a CoronaVac em falta para a aplicação da segunda dose, com o envio das 58,6 mil doses do imunizante, o Governo do Estado espera resolver o problema do ciclo de imunização. Ainda segundo o secretário, os municípios também já foram abastecidos com as doses da vacina da Pfizer para gestantes e puérperas.

>> Medidas restritivas contra a covid-19 têm prazo estendido em Pernambuco; saiba mais

Prorrogação de restrições

As atuais medidas restritivas foram prorrogadas por mais 15 dias em todo o Estado de Pernambuco. O anúncio também foi feito durante a coletiva. Ou seja, nada muda. Comércio não essencial, bares e restaurantes continuam funcionando, das 10h às 20h, de segunda à sexta, e até as 18h, nos finais de semana.