BARREIRA

Notícia do mês: Maio é marcado pelo deslizamento de barreira que resultou na morte de uma família em Cavaleiro

O deslizamento de uma barreira em Cavaleiro, Jaboatão dos Guararapes, foi o destaque no quadro 'Notícia do Mês', do TV Jornal Meio-Dia. 

Notícia do mês: Maio é marcado pelo deslizamento de barreira que resultou na morte de uma família em Cavaleiro

Osvaldo Siqueira, de 39 anos, a esposa dele Silvia Regina da Silva, de 36, e os dois filhos do casal Otávio Pessoa de Siqueira, de 16 anos, e Isabele Pessoa de Siqueira, de 12, estavam dentro da residência quando a lama veio abaixo. - Foto: Reprodução/TV Jornal

Todos os dias, o TV Jornal Meio-Dia mostra dezenas de fatos que acontecem em Pernambuco. No quadro 'Notícia do Mês', são relembrados os fatos marcantes, que merecem destaque. Em maio, foi a tragédia no bairro de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes, onde o deslizamento de uma barreira atingiu uma casa. Ao todo, quatro pessoas de uma mesma família morreram soterradas.

Era na 6º Travessa Murilo Braga onde morava uma família com 4 pessoas que teve a casa destruída pela queda de uma barreira. No momento do acidente, chovia muito quando o deslizamento aconteceu. Osvaldo Siqueira, de 39 anos, a esposa dele Silvia Regina da Silva, de 36, e os dois filhos do casal Otávio Pessoa de Siqueira, de 16 anos, e Isabele Pessoa de Siqueira, de 12, estavam dentro da residência quando a lama veio abaixo.

Todos foram soterrados. Uma cena que não sairá da memória de Miriam Silva, que é irmã de Silvia Regina. Ela presenciou o momento em que a tragédia aconteceu. Durante dias, Bombeiros, funcionários da Secretaria da Defesa Civil da cidade e os próprios moradores se empenhavam para conseguir fazer o resgate das vítimas. A cada corpo que saia da lama, um desespero da família que acompanhava tudo no local.

Deslizamento de barreira deixou quatro pessoas de uma mesma família soterradas
Deslizamento de barreira deixou quatro pessoas de uma mesma família soterradas
Tião Siqueira/ JC Imagem

Arcebispo de Olinda e Recife

A tragédia comoveu até mesmo o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, que foi até a área para prestar solidariedade e cobrar das autoridades uma maior atenção com os moradores dos morros da cidade.

>>Perto de local onde família morreu durante deslizamento, outra barreira ameaça desabar em Jaboatão dos Guararapes

Velório

A tristeza também tomou conta do velório da família. Pai, mãe e filhos foram enterrados juntos sob forte comoção no Cemitério do Pacheco. No local da tragédia, só sobraram destroços por toda área. Uma tragédia que, segundo a irmã de Osvaldo, Sheina Siqueira, poderia ter sido evitada.

Familiares e amigos se emocionaram bastante durante o enterro, no Cemitério do Pacheco, em Jaboatão dos Guararapes
Familiares e amigos se emocionaram bastante durante o enterro, no Cemitério do Pacheco, em Jaboatão dos Guararapes
Berg Alves / TV Jornal

Nota da Secretaria de Infraestrutura de Jaboatão dos Guararapes

Em nota, a Secretaria Municipal de Infraestrutura de Jaboatão dos Guararapes disse que foi realizado um projeto técnico para a construção de muro de contenção, escadaria e implantação de tela argamassada para impermeabilização da área. Ainda segundo a secretaria, a prefeitura aguarda apenas a liberação de cerca de R$ 500 mil do Ministério do Desenvolvimento Regional para dar início às obras, que têm prazo de 4 meses para conclusão.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.