DENúNCIA

'Negligência médica é o que a gente vê aqui', denuncia acompanhante de paciente que aguarda tratamento no Hospital Otávio de Freitas

Acompanhantes de pacientes reclamam da estrutura e do atendimento do Hospital Otávio de Freitas

'Negligência médica é o que a gente vê aqui', denuncia acompanhante de paciente que aguarda tratamento no Hospital Otávio de Freitas

Hospital Otávio de Freitas: paciente e acompanhantes reclamam de atendimento e estrutura - Foto: JC Imagem

Pacientes que precisam de atendimento médico no Hospital Otávio de Freitas (HOF), no bairro de Tejipió, Zona Oeste do Recife, denunciam descaso no local. Uma mulher, de 29 anos, diagnosticada com cálculo renal, que foi transferida para a unidade há mais de uma semana, precisa de cirurgia. No entanto, até o momento, ela não conseguiu realizar o procedimento. Confira a reportagem exibida no Bronca 24h desta quarta-feira (1). 

Medo de piora

O marido da paciente, Claudevânio Viana, contou que a mulher está com mais de 70% das atividades renais comprometidas. O homem relata o medo de que quadro dela piore: "O povo pensa que negligência médica é só quando o paciente chega a óbito. Mas negligência médica é o que a gente vê aqui dentro deste hospital", denuncia o vendedor.

Ele diz ainda que os médicos querem dar alta à sua esposa, mesmo ela sentindo dores, pois não teêm os equipamentos necessários para realizar a cirurgia. 

>>Pacientes e familiares reclamam de superlotação no Hospital Getúlio Vargas, no Grande Recife; veja vídeos

>>Vídeo: Acompanhantes de pacientes denunciam superlotação no Hospital Agamenon Magalhães

>>Hospital no Recife pede ajuda para encontrar família de paciente

Situação precária

Uma mulher, que não quis se identificar, contou que está com uma tia internada há um mês, na ala de pneumologia do hospital, e reclama da estrutura. "O banheiro lá está entupido o ralo, a situação está precária. As paredes estão mofando, caindo. A situação lá está muito séria", relatou. 

Estrutura externa 

A área externa do hospital encontra-se tomada pela vegetação, o que tem atraído insetos para o local. Além disso, os moradores próximos reclamam da iluminação, pois muitos postes estão desativados. De acordo com a população, muitas pessoas evitam passar pela passarela que liga o bairro de Jardim Planalto às dependências da unidade. "De dia já é perigoso, a população tem o maior medo de passar aqui, escureceu, o pessoal fica aguardando alguém que vá passar aqui para acompanhar", conta a comerciante Rosemere Carneiro. 

Nota do Hospital

A direção do hospital Otávio de Freitas (HOF) informa que a paciente citada na reportagem já realizou tomografia e exames laboratoriais, está sendo medicada com antibiótico e tem indicação cirúrgica para cálculo renal. No entanto, é necessário que a paciente passe por todos os procedimentos pré-operatórios.

Em relação às condições da emergência, a direção esclarece que está realizando pequenos reparos, já que o local será reformado e climatizado. A equipe de engenharia e manutenção também tem atuado para fazer os devidos reparos. Essa equipe fará a verificação para possíveis trocas de lâmpadas, mas na área interna do hospital. Sobre o serviço de capinação, a direção diz que será reforçado em toda a área.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.