DENúNCIA

Família denuncia que não recebe notícias de jovem e de bebê, após parto no Hospital Agamenon Magalhães

A jovem mãe, de 25 anos, está internada no Hospital Agamenon Magalhães, na Zona Norte do Recife, desde a última sexta-feira (24)

Família denuncia que não recebe notícias de jovem e de bebê, após parto no Hospital Agamenon Magalhães

O parto aconteceu na manhã dessa segunda - Foto: SES/Divulgação

Uma jovem, de 25 anos, está internada no Hospital Agamenon Magalhães, na Zona Norte do Recife e a família está preocupada. Segundo a família da paciente, ela veio de Ribeirão, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, para dar à luz. Desde que o bebê nasceu, no entanto, nem a criança teria sido levada para a mãe, nem os familiares conseguem informações sobre o que está acontecendo.

>> 'É por isso que muitas mães e crianças morrem': sogra de jovem grávida que sofre para ter bebê no Recife

>> Mulher grávida natural de Portugal é escoltada em trabalho de parto de Porto de Galinhas até Recife para dar à luz

Não conseguem ver a mãe ou o bebê

O marido da jovem, de 25 anos, conta que, desde a última sexta-feira (24), a paciente está internada. O parto aconteceu na manhã dessa segunda, mas, até o momento, a família não conseguiu ver o bebê, nem a mãe.

Por meio de um áudio enviado pela própria paciente, a família ficou sabendo também que nem a mãe teria visto o bebê, após o parto.

A justificativa, segundo familiares, seria uma possível detecção do vírus da covid-19 na mãe do bebê, o que aumentou ainda mais a angústia dos parentes.

>> 'Não vivi o parto': mãe conta como venceu Covid-19 e conheceu filha

Explicação do Hospital

Em nota, o hospital disse que a paciente e o bebê testaram negativo para a covid-19. Disse também que a criança está na unidade de cuidados intermediários, porque apresentou um desconforto respiratório. Já a mãe deve ter alta nesta quarta (29).

Segundo o hospital, a paciente está na companhia do marido, mas isso só aconteceu hoje pela manhã, depois que a família fez essa denúncia à nossa reportagem.

Lei do Acompanhante

Desde 2005, está em vigor no brasil a lei do acompanhante. Essa legislação garante à mulher o direito de ter alguém com ela durante o trabalho de parto, o momento do nascimento da criança e no pós-parto também. Esse acompanhante tem que ser escolhido pela mulher. Ou seja, essa mãe deveria ter tido um acompanhante o tempo todo.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.