Vacinação

Terceira dose da vacina contra a covid-19 causa reação? Especialista explica


Já há alguns grupos como idosos e imunossuprimidos que estão tomando a terceira dose da vacina contra a Covid-19

Catêrine Costa
Catêrine Costa
Publicado em 19/10/2021 às 15:15 | Atualizado em 11/04/2022 às 23:28
Foto: Edmilson Tanaka
FOTO: Foto: Edmilson Tanaka
Leitura:

Com avanço da campanha de vacinação em Pernambuco alguns grupos como idosos, profissionais de saúde e imunossuprimidos estão tomando a terceira dose da vacina contra a Covid-19 desde 15 de setembro de 2021.

Quem toma a dose de reforço, como tem sido chamada, está se surpreendendo com as reações geradas pelo imunizante. O motivo de tal consequência, é o fato de que, em muitos casos, a vacina aplicada na dose de reforço tem componentes diferentes da que foi aplicada na primeira e segunda dose, como explica o doutor em biotecnologia Marks Lima.

Confira a entrevista:

"Geralmente as pessoas que estão tomando a terceiro dose agora, elas tomaram uma vacina de vírus inativada que historicamente ela já causa menos efeitos adversos, por se tratar de um vírus morto. No caso da dose de reforço, ela está sendo dada com uma outra vacina que é de outra tecnologia, que é a Pfizer, que é uma vacina que tem seus próprios efeitos adversos", esclareceu o doutor.

 

Todos devem ter reação a vacina?

O especialista explica que efeitos adversos após tomar algum tipo de imunizante é um evento incomum. A maioria das pessoas tende a não ter nenhum tipo de efeito colateral. Porém, algum tipo de reação, será variável de acordo com o organismo do indivíduo.

"Dependendo de como esteja seu organismo ou a resposta do seu sistema imunológico você pode ter uma resposta maior ou menos a vacina", explicou.

Marks Lima ressalta que as vacinas contra a Covid-19, funcionam através de um processo inflamatório. Então, age como se o imunizante estimulasse uma inflamação controlada no seu corpo. "Dentro de um processo inflamatório você pode ter várias reações", complementa.

+VÍDEOS