Armas são encontradas em revista em presídio do Complexo do Curado


A Polícia identificou o preso que foi assassinado, nessa quinta-feira (30), durante um motim no Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (PJALLB), que integra o Complexo Prisional do Curado, na Zona Oeste do Recife. Durante revista na unidade prisional, foram localizadas quatros armas. A polícia está investigando como elas entraram no presídio do Complexo do Curado. O detento que já chegou sem vida ao hospital foi identificado por Alécio Raimundo Barbosa. Durante toda manhã, policiais com cães farejadores realizaram um pente fino nas celas, que resultou na apreensão de quatro armas de fogo, além de armas brancas e celulares. Ainda não se sabe como essas armas entraram no presídio. De acordo com o Secretário, os envolvidos na confusão vão responder pelos crimes. O detento Jefferson Jardel da Silva, de 24 anos, foi autuado por homicídio e tentativa de homicídio e foi para audiência de custódia. Dos detentos feridos, dois continuam internados no Hospital da Restauração. De acordo com assessoria, ambos passaram por cirurgia e estão estáveis, mas em previsão de alta.

PALAVRA CHAVE