Professor e ativista LGBTQI+ encontrado morto é enterrado em Pombos

Publicado em 01/07/2019 às 15:29
Leitura:
O velório e enterro do  professor e militante da causa LGBTQI+ Sandro Cipriano Pereira, de 36 anos, foi realizado neste domingo (30) na Quadra Municipal da cidade de Pombos, na Zona da Mata de Pernambuco. Sandro estava desaparecido desde quinta-feira (27) e teve seu corpo encontrado em estado de decomposição no sábado (29) no Sítio Sapucaia, na Zona Rural do município. Em um clima de revolta, uma multidão seguiu o cortejo até o Cemitério Municipal para se despedir do professor. O professor e militante, que estava desaparecido desde a última quinta-feira (27), foi encontrado morto em um sítio da zona rural de Pombos, na Zona da Mata de Pernambuco. O corpo de Sandro Cipriano foi encontrado por populares na manhã deste sábado (29) sem os dois olhos e com diversas perfurações. Pessoas próximas a vítima disseram ao Jornal do Commercio que o professor de 36 anos foi visto pela última vez por volta das 19h30 da quinta, quando ia a um bar trocar dinheiro. Segundo a assessoria de comunicação de Glória do Goitá, no dia do desaparecimento, a Polícia Militar esteve na casa da vítima e constatou que o local estava revirado, faltando vários pertences e com várias manchas de sangue no piso. O celular e carro de Sandro também foram levados. O veículo foi localizado carbonizado no Loteamento Menino Jesus, às margens da BR-232, na Zona Rural de Pombos, e passou por perícia. A Delegacia de Pombos investiga o crime.

+VÍDEOS