Após motorista de aplicativo ser morto, outros motoristas reivindicam segurança para trabalhar


Após a morte de um motorista de transporte do aplicativo em maio deste ano, em uma estrada de barro próximo ao Centro de Treinamento do Náutico, no bairro da Guabiraba, Zona Norte do Recife, a categoria reivindica segurança para o trabalho. Os motoristas dizem se sentir esquecidos pelo poder público e pelas empresas que gerenciam as corridas.