Abusos no Código do Consumidor de Pernambuco são contestados pela OAB


A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) pediu revisão de pontos considerados prejudiciais aos consumidores

PALAVRA CHAVE